Repositório Digital

A- A A+

Revisitando as três condições do ato propriamente virtuoso em Ética Nicomaqueia II 4

.

Revisitando as três condições do ato propriamente virtuoso em Ética Nicomaqueia II 4

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Revisitando as três condições do ato propriamente virtuoso em Ética Nicomaqueia II 4
Autor Spinelli, Priscilla Tesch
Resumo Este artigo pretende retomar a interpretação que pode ser chamada de tradicional das três condições do ato propriamente virtuoso expostas em EN II 4, i.e., o conhecimento, escolher deliberadamente o ato por ele mesmo e seguir-se de uma disposição firme e não hesitante. A atenção da análise será voltada à primeira e à terceira condição. Buscar-se-á mostrar que a condição do conhecimento pode ser compreendida como conhecimento das circunstâncias, do ato ele mesmo como virtuoso e das técnicas ou ofícios que podem ser por ele requeridos. Buscar-se-á igualmente justificar a introdução do termo ‘disposição’ na tradução apresentada, já que o termo grego ‘hexis’ não consta na passagem analisada. Um apontamento será feito, por fim, no sentido de oferecer uma justificativa mais ampla para a interpretação aqui defendida na medida em que a localiza como um posicionamento contrário à concepção intelectualista socrática.
Contido em Doispontos : revista dos Departamentos de Filosofia da Universidade Federal do Paraná e da Universidade Federal de São Carlos. Curitiba, PR. Vol. 10, n. 2 (out. 2013), p. 343-356
Assunto Aristóteles, 384-322 A.C. Ethica Eudemia = Ética a Eudemio
Ética aristotélica
Filosofia antiga
Filosofia grega
Virtude (Filosofia)
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/106990
Arquivos Descrição Formato
000912558.pdf (994.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.