Repositório Digital

A- A A+

O fenômeno da privatização, terceirização e implantação de fundações públicas de direito privado no serviço público de saúde do Brasil

.

O fenômeno da privatização, terceirização e implantação de fundações públicas de direito privado no serviço público de saúde do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O fenômeno da privatização, terceirização e implantação de fundações públicas de direito privado no serviço público de saúde do Brasil
Autor Rechia, Márcio
Orientador Umpierre, Roberto Nunes
Data 2014
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Saúde pública
Serviços terceirizados
Resumo Este trabalho consiste em uma pesquisa bibliográfica quanto ao fenômeno da privatização, terceirização e implantação de fundações de direito privado no serviço público de saúde brasileiro, com o intuito de entender o fenômeno dessa aparente tendência que ocorre de forma generalizada nas três esferas de instância do poder executivo nacional, majoritariamente apoiada por seus respectivos parlamentos e inclusive endossada por grande parte do Poder Judiciário. Foram selecionadas fontes através dos seguintes descritores: terceirização na saúde, terceirização e Saúde Pública e terceirização e saúde. Com esses descritores, foram buscadas todas as publicações nacionais que tratam do tema, sendo que a mais antiga encontrada data de 1993. Desta forma, buscou-se encontrar respostas para a ocorrência desse fenômeno, independentemente do matiz ideológico dos governos que ascenderam ao poder nas últimas décadas. Também se buscou verificar a ocorrência de eventual precarização de vínculos a que os trabalhadores ingressantes no setor público, por estas modalidades, estejam sujeitos. O estudo chegou à conclusão de que ao menos, até o momento, não há publicações disponíveis que apontem de forma cabal os reais motivos para a principal indagação deste estudo, e a motivação para isso talvez resida muito mais na tergiversação por parte dos agentes envolvidos, indicando que possa o fenômeno dever-se muito mais a um generalizado pragmatismo de agentes políticos, ciceroneados por poderosos integrantes do setor privado da área da saúde e, principalmente, de uma ainda ausente tomada de decisão por parte da nação brasileira acerca do modelo que desejam para o setor saúde do país.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/107272
Arquivos Descrição Formato
000944872.pdf (311.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.