Repositório Digital

A- A A+

Trauma precoce e transtornos de humor em jovens

.

Trauma precoce e transtornos de humor em jovens

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trauma precoce e transtornos de humor em jovens
Outro título Early trauma and mood disorders in youngsters
Autor Konradt, Caroline Elizabeth
Jansen, Karen
Magalhães, Pedro Vieira da Silva
Pinheiro, Ricardo Tavares
Kapczinski, Flávio Pereira
Silva, Ricardo Azevedo da
Souza, Luciano Dias de Mattos
Resumo Objetivo: Verificar vivências precoces de abuso e negligência na infância entre jovens com transtorno bipolar (TB), transtorno depressivo maior (TDM) e controles populacionais. Método: Estudo de caso-controle aninhado a um estudo transversal de base populacional. A confirmação do diagnóstico realizou-se por meio de entrevista clínica estruturada para transtornos de eixo I do DSM-IV (SCID) e os eventos traumáticos foram verificados pelo Questionário sobre Traumas na Infância (QUESI). Resultados: A amostra foi composta por 231 jovens, sendo 95 indivíduos no grupo controle, 82 com TDM e 54 com TB (32 do tipo I e 22 do tipo II). A prevalência de trauma na infância foi de 42,2%, sendo 54,7% entre aqueles com TB, 62,2% entre os jovens com TDM e 18,1% entre o grupo controle. Os jovens com TB ou TDM apresentaram maiores médias no QUESI total e entre seus componentes quando comparados a jovens do grupo controle, exceto o componente abuso sexual, em que se observou diferença estatística apenas entre o grupo controle e o grupo de jovens com transtorno bipolar. Conclusão: O relato de vivências traumáticas precoces foi mais presente entre os jovens com transtornos de humor que na população geral, confirmando o que a literatura traz sobre o tema. Nesse sentido, as vivências de trauma na infância parecem contribuir para o aparecimento dos transtornos de humor.
Abstract Objective: To verify early experiences of childhood abuse and neglect among young with bipolar disorder (BD), major depression (MDD), and controls. Method: Case-control study nested to a population-based cross-sectional study. The diagnosis was performed via the structured clinical interview for DSM- -IV Axis I Disorders (SCID). Traumatic events were analyzed using the Portuguese version – Questionário sobre Traumas na Infância (QUESI) – based on the Childhood Trauma Questionnaire. Results: The sample comprised 231 young adults with 95 individuals in the control group, 82 with MDD and 54 with BD (32 of type I and 22 type II). The prevalence of trauma or violence in childhood was 42.2%.; among those, 54.7% had BD, 62.2% had MDD and 18.1% were in the control group. Young people with BD or MDD obtained higher means in total QUESI and among their components when compared with those in the control group. Discussion: Reports on early traumatic experiences were more frequent among young people with mood disorders than in the general population, corroborating the literature on the subject. In this sense, the traumatic experiences during childhood seemed to contribute to the onset of the disorder.
Contido em Revista de psiquiatria clínica. São Paulo. Vol. 40, n. 3 (2013), p. 93-96
Assunto Depressão
Ferimentos e lesões
Transtorno bipolar
Transtornos de estresse traumático
Transtornos do humor
[en] Bipolar disorder
[en] Early trauma
[en] Major depression
[en] Mood disorders
[en] Traumatic experience
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/107471
Arquivos Descrição Formato
000945749.pdf (169.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.