Repositório Digital

A- A A+

Revestimento interno de argamassa em alvenaria com blocos cerâmicos : verificação da aderência com e sem o uso de chapisco

.

Revestimento interno de argamassa em alvenaria com blocos cerâmicos : verificação da aderência com e sem o uso de chapisco

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Revestimento interno de argamassa em alvenaria com blocos cerâmicos : verificação da aderência com e sem o uso de chapisco
Autor Pereira, Leonardo Jorge
Orientador Cremonini, Ruy Alberto
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho versa acerca da verificação do desempenho dos revestimentos argamassados em relação às exigências da NBR 13.749/2013. No atual contexto da construção civil brasileira, em que as empresas do setor buscam métodos da racionalização da produção e aumento da produtividade, muitas vezes para se atingir esses objetivos, ocorre a perda da qualidade, comprometendo o desempenho dos serviços executados. Como é explicado neste trabalho, a aderência constitui-se em uma das mais importantes propriedades para que a argamassa atenda suas funções. São abordadas características tais como: a condição superficial dos blocos cerâmicos, materiais componentes da argamassa, capacidade de retenção de água e espessura do revestimento. Busca-se explicar como elas podem influenciar no desempenho do sistema. Para fins de comparação são aplicados três procedimentos distintos de revestimentos internos de argamassa: aplicação em contato direto com o substrato cerâmico e aplicação em substratos que receberam aplicação de dois procedimentos distintos de chapisco (tradicional e rolado). Para constatação dessas resistências, optou-se por realizar um ensaio de aderência de acordo com a NBR 13.528/2010, o qual fornece os parâmetros necessários para realização das devidas análises das distintas situações propostas neste trabalho. Após a execução dos ensaios, foi constatado que todos os procedimentos aqui propostos atingiram ao valor mínimo de resistência da aderência exigido por Norma, podendo dessa forma serem considerados de qualidade satisfatória para o cumprimento de suas funções. Ao final deste trabalho, é ainda realizada uma breve análise sobre as diferentes formas de ruptura verificadas nos ensaios.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/107520
Arquivos Descrição Formato
000943137.pdf (1.740Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.