Repositório Digital

A- A A+

Perda de carga total em rede de tubulações : comparação entre modelos numérico e experimental

.

Perda de carga total em rede de tubulações : comparação entre modelos numérico e experimental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perda de carga total em rede de tubulações : comparação entre modelos numérico e experimental
Autor Pinheiro, Guilherme Weissheimer
Orientador Endres, Luiz Augusto Magalhães
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo A perda de carga é parâmetro fundamental para dimensionamento de qualquer obra hidráulica, desde simples instalações hidrossanitárias prediais até grandes estações de recalque. Com o aumento da tarifa de energia elétrica é, cada vez mais, necessária a determinação precisa dessa grandeza, já que influi diretamente na potência requerida por bombas hidráulicas. São diversos os métodos e programas de computador que permitem a avaliação da perda de carga assim como estudos realizados para o estabelecimento de coeficientes requeridos para o seu cálculo. Neste trabalho, é analisada a perda de carga ocorrida na rede de distribuição do Laboratório de Eficiência Hidráulica e Energética em Saneamento (Lenhs) da UFRGS, para diferentes cenários de abastecimento e vazões. Os dados obtidos no modelo experimental foram confrontados com os dados calculados pelo modelo numérico de simulação de sistemas de distribuição de água EPANET. A escolha do software foi feita tendo em vista seu grande prestígio e sua comprovada aplicabilidade para redes de distribuição urbanas, sendo ele utilizado por diversas companhias de saneamento de todo o mundo. A fundamentação teórica do trabalho se deu a partir do estudo de bibliografia especializada, abrangendo desde as propriedades do fluido que influenciam na perda de carga até metodologias para soluções de redes complexas. Para a comparação de resultados entre os dois modelos, numérico e experimental, foram empregadas duas análises distintas. Na rede ramificada foram comparadas diretamente as perdas de carga, já no abastecimento em malha foi avaliada a diferença entre a vazão passante em cada trecho, pois a distribuição da vazão é realizada pelo software de maneira que haja equilíbrio energético na rede. Por fim, foi feita uma discussão sobre a aplicabilidade do modelo numérico para avaliação da perda de carga na rede de distribuição do Lenhs, na qual é destacada a influência do elevado número singularidades a dificuldade que eles acarretam na correta determinação dessa importante grandeza.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/107533
Arquivos Descrição Formato
000941324.pdf (1.797Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.