Repositório Digital

A- A A+

A humanização e a formação médica na perspectiva dos estudantes de medicina da UFRN-Natal-RN-Brasil

.

A humanização e a formação médica na perspectiva dos estudantes de medicina da UFRN-Natal-RN-Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A humanização e a formação médica na perspectiva dos estudantes de medicina da UFRN-Natal-RN-Brasil
Outro título Humanization of undergraduate medical education from the perspective of medical students at the Federal University in Rio Grande do Norte, Brazil
Autor Rocha, Vera Maria da
Resumo Este estudo, por meio de uma abor dagem qualitativa, busca compreender a per cepção dos estudantes de Medicina da Universida de Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) acer ca da humaniza ção no contexto da formação médica. Foi utilizada a técnica de grupo focal, envolvendo uma equipe multidisciplinar com profissionais das áreas de antropologia, psicologia e medicina, que estudou dois grupos de nove estudantes do último ano do curso. Os dados foram analisados pela técnica de análise de conteúdo temática categorial, da qual emer giram três categorias: relação estudante-paciente, ensino-aprendizagem e relação estudante-professor. A primeira categoria permite identificar que a experiência do contato do estudante com o paciente é essencial à constru ção de uma identidade profissional humanizada. Em relação à segunda categoria, per cebe-se que professores sem capacitação nas práticas pedagógicas, inerentes à profissão de professor, e a dicotomia teoria-prática dificultam a formação autônoma do conhecimento e uma visão integral do indivíduo. Da ter ceira categoria emer giram duas subcategorias antagônicas (professor-modelo e relações assimétricas), que refletem a importância da postura ético-humanista do professor em detrimento de uma atitude autoritária para a constru ção da identidade profissional do estudante. Esses dados apontam aspectos da formação médica que podem respaldar uma discussão acer ca da humanização no contexto das novas diretrizes curriculares.
Abstract This study used a qualitative approach to understand the perspective of medical students at the Federal University in Rio Grande do Norte, Brazil, concerning huma nization in the context of medical training. A focus group technique was used, involving a multidisciplinary team from anthropology, psycho logy, and medicine that studied two groups of nine students each from the last year of me di cal school. Data were submitted to categorical thematic content analysis, revealing three categories: the student-patient, teaching-lear ning, and student-professor relationships. The first category showed that the student’s experience of contact with patients is essential for constructing a huma nized professional identity. In the second category, professors with no training in inherent pedagogical practices, plus the dichotomy between theory and practice, hinder the autonomous formation of knowledge and a comprehensive view of the individual. Two opposing sub-categories emer ged from the third category (model professor and asymmetric relations) that reflect the importance of the professor’s ethical-humanist stance rather than an authoritarian attitude in the construction of the student’s professional identity. These data highlight aspects of medical training that can substantiate a discussion of humanization in the context of the new curricular guidelines.
Contido em Revista Brasileira de Educação Médica. Rio de Janeiro. Vol. 33, no. 4 (out./dez. 2009), p. 555-561
Assunto Estudantes
Formação profissional
Medicina
[en] Humanization
[en] Medical education
[en] Medical students
[en] Qualitative research
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/107595
Arquivos Descrição Formato
000735234.pdf (185.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.