Repositório Digital

A- A A+

Captura de elasmobrânquios por botes de pesca no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Brasil : verão de 2013/2014

.

Captura de elasmobrânquios por botes de pesca no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Brasil : verão de 2013/2014

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Captura de elasmobrânquios por botes de pesca no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Brasil : verão de 2013/2014
Autor Vieira, Bruna Lunardi
Orientador Silvano, Renato Azevedo Matias
Co-orientador Hazin, Fábio Hissa Vieira
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase em Biologia Marinha e Costeira: Bacharelado.
Assunto Pesca : Elasmobrânquios
Pesca artesanal
Rio Grande do Sul, Litoral norte
[en] Artisanal fisheries
[en] Chondrichthyes
[en] Continental shelf of southern Brazil
[en] Gillnet
[en] LNRS
Resumo Os elasmobrânquios constituem um importante componente da ictiofauna marinha na Plataforma Sul do Brasil, tanto em abundância quanto em biodiversidade. Suas características k-estrategistas, como a baixa fecundidade, maturação tardia, crescimento lento e alta longevidade tornam insustentável a captura contínua, expressiva e em larga escala. Desta forma, esses animais sofre alto impacto pela pesca e são capturados em praticamente todas as modalidades, tanto industrial quanto artesanal, sendo que esta última atua em uma zona mais costeira da Plataforma Continental, afetando os elasmobrânquios principalmente em suas áreas de berçários, sobre neonatos e jovens. Com o intuito de caracterizar e analisar as capturas de elasmobrânquios pela pesca de bote no Litoral Norte do Rio Grande do Sul (LNRS) durante o verão de 2013/2014 foram realizados 20 embarques, totalizando 50 operações de pesca. Durante o presente acompanhamento, esta pescaria atuou em profundidade entre 5 e 21 metros, e utilizou apenas rede de emalhe – essencialmente de fundo, e de diversos tamanhos de malha. Registrou-se a captura de 1001 exemplares de elasmobrânquios, correspondendo a 21 espécies – 7 espécies de tubarões e 14 de raias, dentre as quais apenas uma não apresentava registro para a região: Mobula japanica. As espécies mais capturadas foram respectivamente Sphyrna lewini e Rhinobatos horkelii, sendo que a primeira foi capturada basicamente em tamanho inferior ao permitido por lei (60 cm) e a segunda tem sua captura e comercialização proibida em qualquer tamanho. Estas duas espécies se concentram nas águas costeiras da Plataforma Continental do Sul do Brasil durante a primavera e o verão, utilizando-as como um grande berçário costeiro. Da mesma forma, a maioria das outras espécies capturadas se encontrava em fases iniciais de vida – neonato e juvenil. Os dados aqui apresentados corroboram ao proposto por trabalhos anteriores, os quais sugerem que a região costeira da Plataforma Continental Sul-Brasileira consiste em um grande berçário a diversas espécies de elasmobrânquios. Uma vez que a pesca acompanhada é realizada em pequenas profundidades (até 30 metros conforme a literatura), esta atua diretamente nessa área crítica a conservação dos elasmobrânquios na região. As medidas de manejo pesqueiro futuras não devem considerar apenas a importância da área costeira da região aos elasmobrânquios, mas também aos pescadores de bote uma vez que a modalidade não permite grandes deslocamentos, e provavelmente não se sustentaria perante zonas de exclusão de pesca costeiras de longa distância. Sugere-se que estudos referentes ao impacto de cada malha acerca de espécies sensíveis à pesca sejam realizados com o intuito de propor medidas de manejo pesqueiro que proíbam redes direcionadas e/ou com alta taxa de captura dessas espécies.
Abstract Elasmobranchs represent an important component of the marine ichthyofauna in the Brazilian Southern Shelf, both in terms of abundance and biodiversity. Their k strategic characteristics, such as low fecundity, late maturing, slow growth and high longevity make their continuous and large-scaled capture unsustainable. For that reason these animals suffer a high impact from fishing activities, and are captured in almost every fishing modalities, both industrial and artisanal, with the latter acting in a more coastal zone of the Continental Shelf, affecting elasmobranchs mainly in their nursery areas, where newborn and young individuals are present. Objectifying to characterize and analyze the capture of elasmobranchs by boat fishing in the North Shore of the Rio Grande do Sul state (LNRS) during the Summer of 2013/2014, 20 embarkments were done, totalizing 50 fishing operations. During this period, the fishing activities acted in depths between 5 e 21 meters, and used only gillnets – essentially bottom ones, in several mesh sizes. The capture of 1001 elasmobranch individuals was recorded, corresponding to 21 species – 7 shark species and 14 ray and skate species, among which only one hadn’t been recorded for the region: Mobula japanica. The most commonly captured species were respectively Sphyrna lewini and Rhinobatos horkelii, with the former being captured basically in smaller sizes than is allowed by law (60 cm) and the latter having its capture and commercialization illegal in any size. These two species concentrate in the coastal waters of the Continental Shelf of Southern Brazil during Spring and Summer, using them as a great coastal nursery. In the same way, most other species were captured in earlier life stages – newborn and juvenile. The data presented in this study corroborate with what was proposed in earlier studies, which suggest that the coastal region of the Continental Shelf of Southern Brazil consists in a great nursery for many elasmobranch species. Once the fisheries monitoring is done in shallow depths (up to 30 meters, according to literature), it acts directly in this critical area for the conservancy of elasmobranchs in the region. Future fisheries management measures shouldn’t consider only the importance of the coastal area of this region to elasmobranchs, but also the boat fishermen, since this modality does not allow for great mobility, and probably wouldn’t sustain before long distance fishing exclusion coastal zones. It is suggested that studies about the impact of each mesh size on species susceptible to fishing impacts are conducted with the intent of proposing fisheries management measures that forbid fishing nets directed towards and/or with high capture rate of said species.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/107644
Arquivos Descrição Formato
000933848.pdf (2.805Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.