Repositório Digital

A- A A+

Acurácia dos diagnósticos de enfermagem em serviço de emergência de um hospital universitário

.

Acurácia dos diagnósticos de enfermagem em serviço de emergência de um hospital universitário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Acurácia dos diagnósticos de enfermagem em serviço de emergência de um hospital universitário
Autor Marini, Maiko
Orientador Crossetti, Maria da Graça Oliveira
Data 2006
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Diagnóstico de enfermagem
Pensamento crítico
Serviços médicos de emergência
Resumo Este trabalho busca verificar o grau de acurácia de dez diagnósticos de enfermagem (DE) mais incidentes em sala de observação adulto do serviço de emergência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (SOA-SE/HCPA), através da escala de Lunney. Constitui-se de um estudo exploratório e descritivo e documental, com abordagem qualitativa. Teve como campo de estudo a (SOA-SE/HCPA). A unidade análise compreendeu os prontuários de pacientes selecionados aleatoriamente de forma intencional, que continham registros dos enfermeiros referentes a um ou mais diagnósticos de enfermagem dentre os dez mais incidentes na (SOA-SE/HCPA), conforme os resultados do estudo de Crossetti et al. A coleta de dados foi feita a partir da análise desses registros. Os dados foram coletados independentes do momento em que o DE foi elaborado pelo enfermeiro sendo que os DE registrados nos prontuários foram analisados apenas uma vez. O processo de coleta de dados ocorreu obedecendo aos seguintes passos: seleção aleatória intencional do prontuário a partir da verificação do registro de no mínimo um dos DE incidentes, identificação do(s) DE incidentes, identificação do(s) sinais e sintomas ou dados subjetivos e objetivos coletados pelo enfermeiro, registrados no prontuário do paciente, e que caracterizam o(s) DEs incidentes elaborados pelo enfermeiro; registro dos dados coletados em um instrumento próprio com campos específicos; os DE incidentes foram analisados três vezes em situações distintas. A análise dos dados seguiu as seguintes etapas: 1a Etapa: comparação dos sinais e sintomas ou dados subjetivos e objetivos coletados pelo enfermeiro, no prontuário do paciente, e que caracterizam o(s) DE incidentes com os que constam no referencial teórico de Bennedet e Bub que caracterizarem os DE. 2ª Etapa: identificação das evidências (sinais/sintomas/ características definidoras) dos DE incidentes verificando a maior ou a menor predominância das evidencias de acordo com o referencial teórico de Benedet e Bub (1998) 3a Etapa: verificação do grau de acurácia dos dez DE mais incidentes, segundo a escala de Lunney. Concluiu-se que os diagnósticos de enfermagem mensurados e os graus de acurácia a eles atribuídos foram alto grau de acurácia: “+5”: risco para traumas e dor aguda; “+4”: integridade tissular prejudicada e risco para infecção; baixo grau de acurácia: “+3”: mobilidade física prejudicada, “+2”: dor aguda, déficit no auto-cuidado: banho/higiene “+1”: risco para infecção, nutrição desequilibradas: menos do que as necessidades corporais, padrão respiratório ineficaz, eliminação urinária prejudicada, mobilidade física prejudicada, déficit no volume de líquidos, “0” (zero): integridade tissular prejudicada, eliminação urinária prejudicada, nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais, “-1”: déficit no volume de líquidos; 76,66% (23) dos dez DE mensurados através da escala de Lunney foram de baixa acurácia e 23,33% (7) foram de alta acurácia.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/107801
Arquivos Descrição Formato
000591240.pdf (283.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.