Repositório Digital

A- A A+

Shantala : uma contribuição para o cuidado de enfermagem

.

Shantala : uma contribuição para o cuidado de enfermagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Shantala : uma contribuição para o cuidado de enfermagem
Autor Lopes, Lidiane da Silva
Orientador Algeri, Simone
Data 2007
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Massagem : Bebê
Massagem Shantala
Resumo O enfermeiro pode dispor de diversos recursos para aproveitar o potencial terapêutico gerado pelo cuidado. Através disso objetivamos identificar o conteúdo das publicações no tangente ao histórico, definição, métodos de aplicação, repercussões para saúde física e mental dos bebês e fornecer subsídios para acadêmicos e enfermeiros em relação à aplicabilidade da Shantala, como uma estratégia que auxilie no aprimoramento do cuidado de enfermagem. Para atingir estes objetivos foi realizado um estudo do tipo exploratório, descritivo e foi desenvolvido por meio de uma pesquisa bibliográfica, no período de 1986 a 2007 no idioma Português utilizando os seguintes descritores: Massagem, Relações Pais-Filho e Enfermagem Pediátrica. Com esta pesquisa visualizamos a importância da massagem Shantala como forma diferente de expressar carinho e amor, aproximação entre binômio mãe-bebê e, conseqüentemente, mais uma forma de cuidar. Percebemos que tem sido crescente a adesão a essas terapias, numa época de crises existenciais e busca pelo transcendental, onde a enfermagem sensibilizou-se e almejou construir uma alternativa de cuidado superior ao modelo biológico.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/107826
Arquivos Descrição Formato
000645039.pdf (122.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.