Repositório Digital

A- A A+

Análise de um drama pessoal em "Doze homens e uma sentença" pela teoria da relevância

.

Análise de um drama pessoal em "Doze homens e uma sentença" pela teoria da relevância

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise de um drama pessoal em "Doze homens e uma sentença" pela teoria da relevância
Autor Scalabrin, Vânia Teresinha Machado
Orientador Goldnadel, Marcos
Data 2014
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Especialização em Gramática e Ensino de Língua Portuguesa.
Assunto Dedução
Inferência (Linguística)
Teoria da relevância
Resumo O presente artigo faz uma análise do drama pessoal do jurado nº 3 no filme Doze Homens e uma Sentença a partir da Teoria da Relevância. São analisadas frases do referido personagem e, tomando como base o seu conteúdo, são colocadas discussões a respeito do quanto o drama pessoal vivido pelo personagem interfere no seu julgamento sobre o crime de cujo júri é parte integrante. Para os propósitos deste trabalho, utiliza-se a inferência pragmática com o objetivo de, através de uma análise inferencial das afirmações do jurado nº 3, mostrar como este constrói o seu drama pessoal ao longo da narrativa.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/107902
Arquivos Descrição Formato
000946020.pdf (172.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.