Repositório Digital

A- A A+

Repertório da oralidade como incremento das práticas linguísticas na alfabetização

.

Repertório da oralidade como incremento das práticas linguísticas na alfabetização

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Repertório da oralidade como incremento das práticas linguísticas na alfabetização
Autor Maestri, Gabriela Farias
Orientador Dalla Zen, Maria Isabel Habckost
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Especialização Alfabetização e Letramento nos Anos Iniciais da Escolarização.
Assunto Alfabetização
Ensino fundamental
Leitura
Oralidade
Porto Alegre (RS)
Prática
Resumo Este estudo surgiu da reflexão sobre minha prática docente em alfabetização, bem como do relato de outras vozes que atuam neste mesmo âmbito. A partir dessas experiências, indaguei-me sobre um maior investimento nas práticas de leitura e escrita em detrimento das práticas de oralidade. Tal investigação, portanto, analisa possíveis efeitos dos “textos de memória”, ou seja, textos do repertório cultural das crianças, na alfabetização. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de cunho qualitativo, do tipo estudo de caso, em uma turma de 1º ano do Ensino Fundamental, de uma escola pública da região metropolitana de Porto Alegre/RS, na qual a pesquisadora assume, também, a posição de professora. Primeiramente, foi feito um levantamento dos textos já conhecidos pelas crianças e uma avaliação dos níveis psicogenéticos em que estavam naquele momento – agosto de 2013. Após, foram desenvolvidas sequências didáticas de leitura e exploração dos recursos linguísticos daqueles textos. Essas intervenções geraram dados analisados a partir de estudos sobre: psicogênese da língua escrita (FERREIRO e TEBEROSKY), letramento, oralidade, leitura e escrita (PICCOLI e CAMINI), decodificação e decifração (CAGLIARI), memória oral (BELINTANE) e leitura significativa (CAFIERO). O estudo permitiu-me concluir que um trabalho com textos orais se faz necessário às práticas de alfabetização, pois: 1. propicia um envolvimento significativo das crianças com a leitura, valorizando suas experiências socioculturais; 2. facilita os processos de decodificação e decifração; 3. oportuniza reflexões linguísticas produtivas por parte dos aprendizes; 4. auxilia no avanço das hipóteses de leitura e escrita.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/107930
Arquivos Descrição Formato
000945529.pdf (640.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.