Repositório Digital

A- A A+

Alteridade e experiência estética : o olhar, o outro e o cinema

.

Alteridade e experiência estética : o olhar, o outro e o cinema

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alteridade e experiência estética : o olhar, o outro e o cinema
Autor Hilgert, Ananda Vargas
Orientador Fischer, Rosa Maria Bueno
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Alteridade
Cinema
Estética
[en] Alterity
[en] Education
[en] Experience
Resumo Esta pesquisa trata das relações entre cinema, educação e alteridade, a partir da análise de um curso de cinema brasileiro para estrangeiros. O corpus empírico é constituído pelas produções textuais dos alunos sobre os filmes a que assistiram em aula, além de notas de campo escritas pelo professor-pesquisador. Tal material levanta questões sobre as relações de alunos estrangeiros com o cinema brasileiro, com os enfrentamentos diante do outro e as experiências ético-estéticas ali possíveis, provocadas pelo contato com filmes. Problematizam-se neste trabalho os conceitos de estrangeiro e alteridade. Com base especialmente em Carlos Skliar e Didi-Huberman, defende-se que a posição de ser outro está no olhar e na interação, especificamente aqui, entre os alunos, o professor e o cinema. Além disso, com Alain Badiou, traz-se também a ideia de que o próprio cinema exige a alteridade e coloca-nos em contato com o outro, o diferente, na condição também de uma experimentação filosófica. São relevantes na dissertação as elaborações de Gilles Deleuze sobre “cinema falsificante”, e de Ismail Xavier, sobre o “olhar sem corpo”, para problematizarmos a potência do cinema como desestabilizador do espectador. Tais situações de arrebatamento com o cinema são tratadas como experiências ético-estéticas; com Marilena Chauí, discutimos a possibilidade de relacionar tais situações com uma experiência do olhar, de saída e volta a si. Tais conceitos teóricos contribuíram para decidir sobre o recorte da pesquisa e sobre a criação de três categorias de análise, de modo a pensar que a relação dos alunos estrangeiros com o cinema brasileiro e que seus relatos e análises fílmicas contribuem para uma problematização emergente sobre o contato com o outro e a relevância de tal tema para o campo da educação.
Abstract This research deals with the relationship between cinema, education and alterity, from the analysis of a Brazilian cinema course for foreign students. The empirical corpus consists of the students’ writing production about the films watched in class, and field annotations written by the teacher-researcher. This material brings up questions about the relationship between the students and the Brazilian cinema, with the self in confront with the other and the ethical-aesthetic experiences possible therein, brought to light through the contact with films. It is observed and problematized in this research the notions of being a foreign and alterity. Based mainly on Carlos Skliar and Didi-Huberman, it is suggested that the role of being the other is in the eye and in the human interaction, specifically among the students, the teacher and the cinema. Moreover, through Alain Badiou, it is stated that the cinema itself demands alterity and puts us in contact with the other, the different one, also in the context of a philosophical experimentation. The studies of Gilles Deleuze about “falsifying cinema”, as well as those of Ismail Xavier about the “bodiless eye” are relevant to problematize the potential of cinema to make the spectator unstable. These destabilizing situations provoked by the cinema are treated as ethical-aesthetic experiences; through Marilena Chauí, we discuss the possibility of relating such situations with the experience of seeing, of leaving and coming back to itself. These theories have contributed to decide on the research cutouts and on the creation of three categories of analysis, in order to think that the relationship between the students and the Brazilian cinema, and their writing productions about films contribute to an emergent problematizing about the contact with the other and the importance of this topic to the field of education.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/107983
Arquivos Descrição Formato
000945146.pdf (2.291Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.