Repositório Digital

A- A A+

As dores e amores de tornar-se professora : minhas memórias de professora iniciante

.

As dores e amores de tornar-se professora : minhas memórias de professora iniciante

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As dores e amores de tornar-se professora : minhas memórias de professora iniciante
Autor Lopes, Mariana Fonseca
Orientador Maffioletti, Leda de Albuquerque
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Formação de professores
Identidade
Memória
[en] Beginning teachers
[en] Formation memorials
[en] Selfformation
[en] Teachers identity
Resumo Esta pesquisa situa-se no campo de estudos sobre Formação de Professores, tratando especificamente da Iniciação à Docência. Integra a pesquisa “Egressos da Licenciatura em Pedagogia e os desafios da prática em narrativas: a universidade e a escola em um processo interdisciplinar de inserção do professor iniciante na carreira docente”, do Programa Observatório da Educação CAPES/INEP, envolvendo UFMT, UFRGS e UER. O trabalho trata de minha vida acadêmica e profissional, enfocando as narrativas das experiências vividas como um projeto de autoformação. Tem por objetivo analisar meu processo de formação, procurando refletir sobre as histórias que minhas narrativas contam acerca do início da docência e assim compreender o que foi realmente transformador e significativo na constituição do ser-professora em início de carreira. O material empírico constitui-se de sete narrativas de memórias de momentos importantes de minha formação e início na profissão docente. Para refletir sobre minhas experiências, formulei a seguinte questão: De que maneira as narrativas expressas em memoriais de formação podem promover transformações e resultar em produção de conhecimentos de si, necessários à constituição da profissão docente? O aporte teórico do trabalho foi composto por autores que defendem a abordagem autobiográfica. Entre eles Elizeu Clementino Souza (2007, 2011), Maria Helena Abrahão (2011), Maria da Conceição Passeggi (2006, 2008) e Marie-Christine Josso (2004, 2010). O estudo tornou visível para mim mesma o compromisso social e político que caracteriza a minha atuação profissional nos diferentes momentos narrados. As transformações mais significativas foram aquelas em que o meu modo de agir foi questionado e minha compreensão momentaneamente desestabilizada. Ao final dessa trajetória, entendo que voltar-se para si mesmo é um movimento necessário ao desenvolvimento pessoal e profissional. Por situar-se no âmbito de memoriais de formação, minha pesquisa pode contribuir com a formação de professores em formação inicial que buscam compreender a constituição da identidade docente.
Abstract This research covers the field of study of Teaching Development,addressing specifically the Beginning Teachers area and is a part of the “Egressos da Licenciatura em Pedagogia e os desafios da prática em narrativas: a universidade e a escola em um processo interdisciplinar de inserção do professor iniciante na carreira docente” study, an Observatório da Educação CAPES/INEP program, encompassing UFMT, UFRGS and UER. This essay is about my academic and professional life, focusing in narratives of the lived experiences as a self-formation project. The main objective is to analyses my formation as a teacher, searching for reflections about the stories that my narratives tell about the beginning of the career and so help understanding what was really transforming or meaningful at the constitution of being a beginner teacher. Empirical material it’s build of seven narratives of memories and important moments of my own formation and first years of being a teacher. To reflect about my experiences, I developed the question: In which ways the narratives expressed in my formation memorials can promote transformations and result in production of self-knowledge, necessary for the constitution of teacher’s practice? The theoretical approach of the paper is composed by authors who defend the autobiographic studies. Between them are Elizeu Clementino Souza (2007, 2011), Maria Helena Abrahão (2011), Maria da Conceição Passeggi (2006, 2008) and Marie-Christine Josso (2004, 2010). The study made possible for me to visualize my social and political commitment which characterizes my professional performing in the different moments narrated. The most meaningful transformations were those who made me question my actions. At the end of that trajectory, I understand that turning into itself is a necessary movement for personal and professional development. Placing itself in the range of formation memorials, my research can contribute with those in teacher development who are reaching for the meanings of what constitutes the teachers identity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/107987
Arquivos Descrição Formato
000945213.pdf (551.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.