Repositório Digital

A- A A+

Cadeia de valor do Pisco peruano : o caso da Associação Perú Pisco Export

.

Cadeia de valor do Pisco peruano : o caso da Associação Perú Pisco Export

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cadeia de valor do Pisco peruano : o caso da Associação Perú Pisco Export
Autor Calienes, Christian Alonso Winstanley
Orientador Pedrozo, Eugenio Avila
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Administração da produção
Agroindústria
Agronegócios
Cooperativismo
Vinicola
[en] Competitiveness
[en] Peru
[en] Pisco
[en] Value Chain
[es] Cadena de valor
[es] Competitividad
[es] Perú
[es] Pisco
Resumo Atualmente, as pequenas empresas produtoras de Pisco estão inseridas num ambiente organizacional e institucional favorável, em que recebem apoio tanto do governo quanto de instituições particulares. Mas essas empresas não têm capacidade de desenvolver competitivamente todas as atividades da cadeia de valor de forma isolada; portanto, precisam associar-se para obter benefícios em compras de escala, poder de barganha com os fornecedores e os distribuidores e desenvolver um marketing mais agressivo. A Associação Peru Pisco Export é a primeira associação peruana a desenvolver uma marca conjunta para, assim, beneficiar todos os seus integrantes. Portanto, o objetivo do presente trabalho é analisar a cadeia de valor dessa associação e os fatores estimuladores e inibidores da cooperação estabelecida entre seus membros. Foi desenvolvido um estudo de casos múltiplos, entrevistando-se as três produtores da associação e também funcionários dos principais organismos que participam na indústria do Pisco. Foi, assim, identificado como a participação dos produtores na associação tem permitido a eles um maior poder de barganha com os fornecedores, um distribuidor exclusivo e desenvolvimento de estratégias de marketing conjunto. Além disso, foram identificados os fatores estimuladores, sendo o principal o apoio de organismos que recebe a indústria do Pisco, e fatores inibidores da cooperação entre seus membros, sendo o principal a falta de objetivos claros na indústria do Pisco. Os resultados propiciaram projetar a cadeia de valor, tanto individual de cada membro como da associação.
Abstract Currently, small companies that produced Pisco are developing on a positive organizational and institutional environment. Theses companies receive support from the government and the particular institutions that moves into this environment. Despite of these companies doesn’t have a capacity to develop the value chain activities in an isolated form; they need to associate for getting advantage from purchasing in scale, having power of bargaining with suppliers and deliverers, and developing an aggressive marketing. The Association “Peru Pisco Export” is the first Peruvian association in developing a joint mark to benefit all its members. For that objective, this work analyzes a value supply chain of this association and the factors that enable or disable cooperation established between its members. A multiple case studies was developed with the association; three producers and employees of each entity that participated in this industry were interviewed. From this analyzes, was identified that a participation of the producers at the association makes get more power of bargaining with suppliers, get a exclusive distributor, and develop a joined marketing strategy. Moreover, was identificated the eneble factor of coopertaion, being o support that entites formais give to Pisco industry. Furthermore, the inhibitor factor of cooperation is a luck of clear targets at this industry. The results projected individual’ and association’ value chain..
Resumen Actualmente, las pequeñas empresas productoras de Pisco están insertadas en ambientes organizacional e institucional favorable, donde reciben el apoyo tanto del gobierno, como de instituciones particulares. Sin embargo estas empresas no tienen la capacidad para desarrollar competitivamente todas las actividades de la cadena de valor de forma individual, por lo tanto, es necesario que se asocien para obtener beneficios de compras a escala, poder de negociación con los proveedores y distribuidores, y desarrollar un marketing más agresivo, y de esta forma beneficiar a todos sus integrantes. La Asociación “Perú Pisco Export” es la primera asociación en tener una marca conjunta Por lo tanto el objetivo del presente trabajo es analizar la cadena de valor de la asociación, y los factores estimuladores e inhibidores de la cooperación establecida entre sus miembros. Se desarrollo un caso estudio múltiple con la asociación, entrevistándose a tres productores miembros de la asociación, así como, a los funcionarios de los principales organismos que participan en la industria del Pisco. Se consiguió identificar como la participación de los productores en la asociación les ha permitido tener un mayor poder de negociación con los proveedores, tener un distribuidor exclusivo, desarrollar campañas de marketing conjunto. los beneficios que tienen los productores que participan de la asociación. Además fueron identificados los factores estimuladores, siendo el principal el apoyo que recibe la industria del Pisco. Fueron también identificados factores inhibidores, siendo el principal la falta de objetivos claros en la industria del Pisco. Los resultados propiciaron proyectar tanto la cadena de valor individual de cada miembro, como la cadena de la asociación.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10806
Arquivos Descrição Formato
000601741.pdf (688.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.