Repositório Digital

A- A A+

Direct determination of oleic acid in soybean oil by capacitively coupled contactless conductivity detection capillary electrophoresis in an oil-miscible KOH/1-propanol/methanol medium

.

Direct determination of oleic acid in soybean oil by capacitively coupled contactless conductivity detection capillary electrophoresis in an oil-miscible KOH/1-propanol/methanol medium

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Direct determination of oleic acid in soybean oil by capacitively coupled contactless conductivity detection capillary electrophoresis in an oil-miscible KOH/1-propanol/methanol medium
Autor Böckel, Wolmir José
Silva, Yara Patricia da
Mendonça, Carla Rosane Barboza
Simó-Alfonso, Ernesto F.
Ramis-Ramos, Guillermo
Piatnicki, Clarisse Maria Sartori
Abstract The aim of this work was to develop a quick direct analytical technique for the determination of oleic acid content in soybean oil by non-aqueous capillary electrophoresis with capacitively coupled contactless conductivity detection. The oil-miscible background electrolyte was a mixture of methanol/1-propanol (1:6 v/v) containing 4 × 10-2 mol L-1 KOH and 10% (v/v) ethylene glycol. Samples of 50 g L-1 soybean oil were prepared directly in the background electrolyte added with 1.33 × 10-3 g L-1 of salicylic acid as internal standard. Quantitative tests were performed by adding to the samples pure oleic acid in the range from 0.53 to 2.13 × 10-3 mol L-1. Under negative polarity anionic solutes moved faster than the electro-osmotic flow so that oleic acid was detected in 16 minutes. The limits of detection and quantification were, respectively, 24 and 81 μmol L-1. Such results demonstrate that, unlike required by other methods, low levels of oleic acid can be quantitatively determined in soybean oil without prior extraction.
Resumo Este trabalho teve por objetivo desenvolver um método analítico direto e rápido para a determinação de ácido oleico em óleo de soja por eletroforese capilar com detecção condutométrica sem contato. O eletrólito de corrida empregado foi uma mistura metanol/1-propanol (1:6 v/v) contendo 4 × 10-2 mol L-1 de KOH e 10% (v/v) em etileno glicol. As amostras foram preparadas pela solubilização de 50 g L-1 de óleo de soja e 1,33 × 10-3 de ácido salicílico (padrão interno) no eletrólito de corrida. Os ensaios quantitativos foram realizados adicionando ácido oleico puro às amostras, na faixa entre 0,53 e 2,13 × 10-3 mol L-1. Sob polaridade negativa, os solutos aniônicos deslocaram-se mais rapidamente do que o fluxo eletro-osmótico e o ácido oleico foi detectado em 16 minutos. Os limites de detecção e de quantificação foram, respectivamente, de 24 e 81 μmol L-1. Tais resultados demonstram que baixos teores deste ácido graxo podem ser quantitativamente determinados no óleo de soja sem a necessidade de extração prévia, como requerem outros métodos.
Contido em Journal of the Brazilian Chemical Society. São Paulo. Vol. 25, no. 9 (Sept. 2014), p. 1662-1666
Assunto Ácido oléico
Eletroforese capilar
Oleo de soja
[en] Non-aqueous capillary electrophoresis (NACE)
[en] oleic acid
[en] ontactless capacitively coupled contactless conductivity detection (C4D)
[en] Soybean oil
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108062
Arquivos Descrição Formato
000948226.pdf (175.8Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.