Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para extrato de passiflora incarnata linneaus

.

Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para extrato de passiflora incarnata linneaus

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para extrato de passiflora incarnata linneaus
Outro título Development and validation of analytical method to Passiflora incarnata Linneaus extract
Autor Lopes, Andréia Cristina Wildner Campos
Orientador Bergold, Ana Maria
Co-orientador Gnoatto, Simone Cristina Baggio
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Controle de qualidade : Matéria-prima vegetal
Cromatografia liquida de alta eficiencia (clae)
Flavonoides
Passifloraceae
Passiflora incarnata
Validação : Métodos analíticos
[en] Flavonoid
[en] HPLC
[en] Isovitexin
[en] Passiflora incarnata
[en] Quality control
[en] Vitexin
Resumo Um método confiável e eficiente por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) foi desenvolvido para o controle de qualidade de extratos de P. incarnata. O método desenvolvido inclui uma estratégia original para identificação preliminar da espécie e operação simples baseada no modo de eluição isocrático. Este método foi validado para os flavonoides C-glicosilados vitexina e isovitexina, considerados marcadores da espécie e, aplicado na análise qualitativa e quantitativa de quatorze formulações comerciais com insumo vegetal composto exclusivamente de P. incarnata As análises foram realizadas com uma coluna C18 e à temperatura ambiente. Os comprimentos de onda de detecção foram 330 (vitexina e isovitexina) e 254 nm (rutina, marcador de contaminação). O método analítico foi linear para vitexina no intervalo de 5 - 40 ug/mL e para isovitexina no intervalo 5 - 60 ug/mL. Das quatorze amostras analisadas, oito eram em forma farmacêutica líquida (FFL) e seis em forma farmacêutica sólida (FFS). Seis amostras comerciais em FFL e seis amostras em FFS apresentaram perfil compatível com P. incarnata. As concentrações obtidas para as FFL foram vitexina 17,87 - 29,13 ug/mL e isovitexina 27,47 - 65,07 ug/mL, respectivamente. As FFS apresentaram concentração de vitexina entre 10,0 - 32,26 ug/mL e isovitexina 36,16 - 100,83 ug/mL. O método demonstrou ser confiável e eficiente para análise qualitativa e quantitativa de vitexina e isovitexina nos extratos; por esta razão foi considerado viável para a prática diária do controle de qualidade. A análise por cromatografia de líquida de alta eficiência acoplada com detector de espectroscopia de massas (CLAE-EM) foi realizada para investigar os principais fitoconstituintes, sete picos do extrato puderam ser resolvidos; e, forneceram fortes evidências sobre a composição química do extrato de P. incarnata.
Abstract A reliable and efficient method of high-performance liquid chromatography was developed for the quality control of Passiflora incarnata extracts. The quality control includes an original preliminary identification of this species and simple operation process based on isocratic elution. This method was validated for vitexin and isovitexin, C-glycoside flavonoids, considered markers of this species and applied to qualitative and quantitative analysis of fourteen commercial herbal medicines of P. incarnata extracts. Analysis was achieved on reversed-phase C18 column at ambient temperature. The wavelengths used for detection were 330 nm (vitexin and isovitexin) and 254 nm (rutin, a marker of contamination). Method was linear over vitexin concentration range of 540 g/mL and isovitexin 560 g/mL. Among of fourteen samples, eight were in liquid dosage form (LDF) and six in solid dosage form (SDF). Six commercial samples in LDF and six samples in SDF showed profile compatible with P. incarnata. Concentrations were determined for LDF vitexin 17.87  29.13 g/mL and isovitexin 27.47  65.07 g/mL. While SDF samples showed vitexin concentration range 10.00  32.26 g/mL and isovitexin 36.16  100.83 g/mL. The method demonstrated to be reliable and efficient for assay and qualitative analysis of vitexin and isovitexin in P. incarnata extracts; for that reason for practical application on quality control. Analysis were performed through high-performance liquid chromatography coupled with mass spectrometer detector (LC/MS) to investigate the main phytoconstituents, seven peaks from P. incarnata extract could be resolved; and provided strong evidences about the chemical composition of extracts.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/108132
Arquivos Descrição Formato
000883458.pdf (783.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.