Repositório Digital

A- A A+

Educational level, socio-economic status and relationship with quality of life in elderly residents of the city of Porto Alegre/RS, Brazil

.

Educational level, socio-economic status and relationship with quality of life in elderly residents of the city of Porto Alegre/RS, Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educational level, socio-economic status and relationship with quality of life in elderly residents of the city of Porto Alegre/RS, Brazil
Autor Colet, Christiane de Fátima
Mayorga Borges, Paulo Eduardo
Amador, Tania Alves
Abstract The objective of this study was to verify the index of quality of life of elderly individuals belonging to groups, from different socioeconomic strata in the city of Porto Alegre, Rio Grande do Sul State. The research adopted a transversal model, used to collect data from the SF-36 questionnaire. The sampling is the intentional type and comprised: 61 elderly people in Class A, 80 in Class C, and 84 in Class E. The research was approved by the Committee of Ethics in Research/UFRGS. In relation to the quality of life, Class A presented higher scores than did Classes C and E on the pain, vitality, social aspect and mental health areas. The results also showed a significant difference in quality of life among university educated individuals versus the other schooling groups, on the pain, vitality, mental health and social aspect fields. Quality of life is a complex concept to study, but essential to improve the perception of health and welfare by the elderly.
Resumo O objetivo deste trabalho foi verificar o índice de qualidade de vida de idosos participantes de grupos de convivência, de diferentes estratos socioeconômicos do município de Porto Alegre/RS. A pesquisa seguiu um modelo de estudo transversal e utilizou para coleta de dados o questionário SF-36. A amostragem foi do tipo intencional e foi composta por: 61 idosos na classe A, 80 na classe C e de 84 na classe E. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFRGS. Em relação à qualidade de vida, a classe A apresentou escores melhores que a classe C e E nos domínios dor, vitalidade, aspecto social e saúde mental. Houve diferença significativa de qualidade de vida no ensino superior completo, em relação aos demais estratos de escolaridade, nos domínios dor, vitalidade, saúde mental e aspecto social. A qualidade de vida é um conceito complexo de ser estudado, mas essencial para que haja melhora na percepção de saúde e do bem-estar pelos idosos.
Contido em Revista brasileira de ciências farmacêuticas. São Paulo. Vol. 46, n. 4 (out./dez. 2010), p. 805-810
Assunto Idosos
Qualidade de vida
Saúde
[en] Elderly/health
[en] Elderly/quality of life
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108133
Arquivos Descrição Formato
000769748.pdf (260.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.