Repositório Digital

A- A A+

Identificação e susceptibilidade de bactérias isoladas de otite externa em cães aos antimicrobianos

.

Identificação e susceptibilidade de bactérias isoladas de otite externa em cães aos antimicrobianos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Identificação e susceptibilidade de bactérias isoladas de otite externa em cães aos antimicrobianos
Autor Silva, Cristina Zulian da
Orientador Gerardi, Daniel Guimarães
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Exames laboratoriais
Otite externa : Caes
Otite externa : Tratamento
Staphylococcus
Teste de sensibilidade antimicrobiana
[en] Dogs
[en] Otitis externa
[en] Staphylococcus
Resumo O sucesso no tratamento da otite externa está relacionado ao reconhecimento das alterações fisiológicas e anatômicas do ouvido externo. A ocorrência de otite está associada á fatores primários, predisponentes e perpetuantes. Os exames laboratoriais atuam como uma ferramenta no diagnóstico de fatores que podem estar perpetuando a otite externa. O teste de susceptibilidade a antimicrobianos, pode auxiliar na decisão sobre a terapia mais adequada para o caso investigado.O presente estudo objetivou realizar um levantamento de dados laboratoriais associados ao histórico clínico de pacientes atendidos no Hospital de Clínicas Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com o objetivo de identificar os fatores primários, predisponentes e perpetuantes mais frequentes em cães com otite externa. Foram analisados 44 prontuários de cães atendidos entre o período de janeiro de 2011 a junho de 2014. Somente em 14 (31,8%) foi possível a identificação do fator primário, sendo a alergopatia n=8 (18,1%) o fator mais relatado. Entre os fatores predisponentes, o mais frequente foi orelha pendular n=23 (52,2%). Dentre os microrganismos isolados, as bactérias do gênero Staphylococcus sp. foi a mais frequente nos cultivos de suabes otológicos. O perfil de resistência á antimicrobianos demonstrou maior suscetibilidade à amoxicilina com ácido clavulânico.
Abstract The success of otitis treatment depends on the recognition of physiological and anatomical changes of the external ear. The occurrence of otitis is associated with primary, predisposing and perpetuating factors. Laboratory tests act as a tool in the diagnosis of factors that maybe perpetuating to the external otitis. When the antimicrobial susceptibility test is performed, it can help on the decision of the most appropriate therapy for the case. In this study, a survey of laboratory data and clinical history of patients was conducted, with the goal of identifying primary, predisposing and perpetuating factors presented by dogs with otitis. Of the 44 dogsincluded in the study, in only14(31.8%) it was possible to identify the primary factor, and allergy(18.1%) was the most frequent. Among the predisposing factors, the most frequent was pendulous ear (52.2%). Staphylococcus sp. was the most frequently isolated microorganism. The profile of resistance to antimicrobials was performed with six antimicrobials, and the higher susceptibility was displayed against amoxicillin-clavulanic acid.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/108195
Arquivos Descrição Formato
000947823.pdf (587.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.