Repositório Digital

A- A A+

Viabilidade da estimativa de QI a partir dos subtestes vocabulário e cubos das WAIS-III

.

Viabilidade da estimativa de QI a partir dos subtestes vocabulário e cubos das WAIS-III

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Viabilidade da estimativa de QI a partir dos subtestes vocabulário e cubos das WAIS-III
Autor Wagner, Flávia
Pawlowski, Josiane
Yates, Denise Balem
Camey, Suzi Alves
Trentini, Clarissa Marceli
Resumo Objetivou-se avaliar a viabilidade de estimar o Quociente de Inteligência (QI) de adultos por meio de duas estratégias que utilizam uma forma curta constituída pelos subtestes Vocabulário e Cubos da Escala Wechsler de Inteligência para Adultos (WAIS-III). Participaram do estudo 77 homens e mulheres, com idade média de 39,1 anos (dp=13,4). Foi aplicada a WAIS-III e questionários para cumprir os critérios de inclusão dos participantes sem prejuízos neurológicos e psiquiátricos. Para avaliar a concordância entre as duas estratégias de estimar o QI, utilizou-se o método estatístico proposto por Bland e Altman. Como resultado, encontrou-se que as estimativas de QI geradas pelas duas estratégias apresentam concordância com a medida do QI realizada pela aplicação da escala completa apenas em alguns dos casos avaliados. Sugere-se cautela na utilização dessas estratégias para estimar o QI de adultos.
Abstract The aim of this study was to evaluate the feasibility of estimating the Intelligence Quotient (IQ) in adults based on two strategies that use Vocabulary and Block Design subtests of Wechsler Adult Intelligence Scale (WAIS-III). Seventy-seven men and women participated of the study, with mean age of 39.1 (sd=13.4). WAIS-III subtests were administered and questionnaires were used to verify inclusion criteria for participants without neurological or psychiatric impairments. A statistical method proposed by Bland and Altman was used to evaluate the agreement between both strategies to estimate IQ. Results suggest that IQ estimates derived from both strategies only agree with the IQ derived from the full battery in a few cases of the sample. Considering these findings, caution is suggested when using these strategies to estimate adults’ IQ.
Contido em PsicoUSF. Bragança Paulista, SP. Vol. 15, no. 2 (may/aug. 2010), p. 215-224
Assunto Estatística aplicada : Psicologia
[en] Assessment
[en] Estimation
[en] Intelligence quotient
[en] Subtests
[en] Wechsler adult intelligence scale
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108197
Arquivos Descrição Formato
000762171.pdf (197.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.