Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de conhecimento sobre o cuidado pós-natal evidenciado por puérperas

.

Avaliação de conhecimento sobre o cuidado pós-natal evidenciado por puérperas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de conhecimento sobre o cuidado pós-natal evidenciado por puérperas
Autor Luz, Anna Maria Hecker
Orientador Pela, Nilza Tereza Rotter
Data 1981
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Anticoncepcionais
Auto-exame de mama
Cuidado pós-natal
Higiene corporal
Métodos anticoncepcionais
Puérpera : Cuidados
Recém-nascido
Resumo Cento e oitenta e seis puérperas foram estudadas com o objetivo de verificar: a) os conhecimentos de saúde que possuem com relação ao seu autocuidado e ao cuidado do recém-nascido; b) outros fatores que intervêm nos conhecimentos das puérperas (idade, escolaridade, ocupação, paridade , experiência no cuidado com o recém-nascido, assistência e orientação pré-natal; c) fonte geradora destes conhecimentos. A coleta dos dados foi feita através de entrevista com as puérperas, 12 a 24 horas antes da alta hospitalar. Constatou-se que das 4 . 836 respostas dadas, 3.574 (73,90%) f oram classificadas como corretas. No que s e refere à idade da puérpera, verificou-se que a faixa etária acima dos 20 anos obteve mais altos percentuais de conceitos corretos completos. Verificou-se ainda que, quanto maior o grau de instrução e a situação sócio-econômica , t anto mais elevado o percentual de respostas corretas. Paciente s com mais de três filhos tiveram percentual mais alto de conceitos parcial mente corretos. A realização do atendimento pré-natal foi fator importante para a melhoria do conhecimento das pacientes, sendo que as que o iniciaram no primeiro trimestre de gestação foram as que obtiveram percentuais mais expressivos de conceitos corretos completos. O nível de conhecimento das puérperas só se modificou positivamente naquelas com mais de onze consultas. As pacientes, em sua maioria, 132 (7 1 , 00%) , relataram não •haver recebido informações na gestação sobre o puerpério, e 141 (75 , 80%) não as receberam sobre o recém-nascido. Entre as fontes geradoras dos conhecimentos apresentados , a área da saúde foi mencionada 578 (33,60%) vezes, sendo que a maior frequência correspondeu ao pessoal e meios de comunicação não ligados à área da saúde, 759 (44,10%).
Abstract A hundred and eighty six puerperal women were studied en arder to verify: a) the health knowledge the puerperal women have in relation to their own care and the newborn's care; b) other factors that intervenem the puerperal women's knowledge (like age, schooling, occupation, parity, care experience with newborns , pre natal assistance and orientation ) ; c) sources of knowledge acquisition. The process of data collection was based on interviews with the puerperal women 12 to 24 hours before they were leaving the hospital. It was found that from a total of 4836 answers, 3574 (73.90%) \vere classified as correct . In terms of the factor age it was found that the age groups above twenty years old had greater percentual of correct and complete concepts than the groups below that age bracket. It was found that the greater the number of years of schooling and the better the sacio economic situation, the higher was the percentual of correct answers . Patients with more than three children had the greatest percentual of answers classified as parcially correct. Attending a pre natal program was an important factor affecting the level of knowledge . Patients that have attended such a program from the firts trimester of pregnancy had the hi ghest percentual of answers classified as correct complete . of knowledge was modified in a positive direct i on only The level for the patients that have attended more than eleven appointments . A majority of patients 13 2 (71%) reported not receiving information, during their pregnancies, about the puerperium and 141 (75 . 80%) have not received information about the newborn. Among the sources of knowledge acquisition, the health are a was cited 578 times (33 . 60%) but the highest frequency was related to people and the communications systems not linked to the health field.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/108226
Arquivos Descrição Formato
000116092.pdf (11.92Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.