Repositório Digital

A- A A+

A perspectiva da educação integral em uma escola para todos e para cada um

.

A perspectiva da educação integral em uma escola para todos e para cada um

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A perspectiva da educação integral em uma escola para todos e para cada um
Autor Pacheco, Suzana Moreira
Orientador Xavier, Maria Luisa Merino de Freitas
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação integral
Educação popular
Ensino público
Grupo focal
Inclusão escolar
[en] Focus group
[en] Integral education
[en] Popular education
[en] Relationship schoolcommunity
Resumo O presente estudo, intitulado A perspectiva da Educação integral em uma escola para todos e para cada um, tem como objetivo compreender as bases de um projeto político e pedagógico, desenvolvido em uma escola pública municipal de Porto Alegre/RS, o qual está alicerçado em dimensões de Educação Popular. A pesquisa busca analisar de que forma se evidenciam, articulam, sustentam e são postos em funcionamento os princípios do público e do popular, respectivamente, do para todos e do para cada um, na perspectiva da Educação Integral. Derivadas desse problema surgem as seguintes questões de pesquisa: o fato de a escola investigada ter sido fruto da luta das famílias pelo direito a uma escola para seus filhos teve/tem influência sobre seu projeto na perspectiva da Educação Integral? Quais as relações possíveis entre o conceito de comunidade de aprendizagem e a proposta de Educação Integral da referida escola? O que vem sendo produzido a partir dos diálogos que permanentemente são travados entre as diferentes culturas, os saberes, os atores e as instituições no cotidiano desta escola? Esta produtividade se expressa como fruto de uma proposta de Educação integral? Para tanto, o estudo vale-se de metodologias participativas, tendo como principais estratégias a composição de um grupo focal, envolvendo mães da comunidade e a as observações realizadas nos conselhos de classe de uma turma específica de III Ciclo – anos finais do ensino Fundamental. Autores como Miguel Arroyo, Carlos Rodrigues Brandão, Danilo Streck e Edgar Morin, entre outros, compõem a ancoragem teórica que sustentou as discussões produzidas nesta tese. A partir das análises empreendidas, é possível arrolar algumas considerações, das quais destacam-se: 1) as formas de participação que marcaram a história da escola reverberam, ainda hoje, nas condições de sustentação de um projeto de educação integral e inclusivo; 2) a memória inclusiva, forjada na experiência vivida na e pela escola, está fortemente impregnada nas práticas sociais e pedagógicas, e potencializa o funcionamento do todos e do para cada um; 3) o conceito de comunidade de aprendizagem encontra eco no projeto da escola, porém, assume outras feições no que se refere, por exemplo, à constituição autoral de um processo democrático.
Abstract This study, entitled The integral Education perspective in a school for all and for each one, aims to understand the foundations of a political and pedagogical project, developed in a public school in Porto Alegre / RS, which is grounded in dimensions of Popular Education. The research seeks to examine how evidence themselves, articulate, and support are put into operation the principles of public and popular, respectively, for all the and for each one, from the perspective of Integral Education. Derivatives of this problem arise the following research questions: the fact that the school investigated have been the result of the struggle for the right of families to a school for their children had / have influence over your project from the perspective of Integral Education? What are the possible relations between the concept of the learning community and the proposed integral Education of the school? What has been produced from the dialogues that are permanently caught between cultures, knowledge, actors and institutions in this school everyday? This productivity is expressed as a result of a proposal for a integral Education? To do so, the study draws on participatory methodologies, the main strategies the composition of a focus group, involving mothers in the community and the observations on the boards of a specific group of the III Cicle, the final years of the Elementary School. The authors like Miguel Arroyo, Carlos Rodrigues Brandão, Danilo Streck e Edgar Morin, among others, comprise the theoretical grounding that guided the discussions produced this thesis. From the analysis undertaken, it is possible to enlist some considerations, which include: 1) the forms of participation that marked the history of the school reverberate even today in terms of sustaining a draft comprehensive and inclusive education; 2) inclusive memory, forged lived experience of the school and is imprinted in social and pedagogical practices, and enhance the functioning of the whole and for each; 3) the concept of the learning community is echoed in school design, however, assumes other features as regards the authorship constitution of democratic process.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/108533
Arquivos Descrição Formato
000948006.pdf (3.258Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.