Repositório Digital

A- A A+

Características físico-químicas de grãos de milho atacados por Sitophilus zeamais durante o armazenamento

.

Características físico-químicas de grãos de milho atacados por Sitophilus zeamais durante o armazenamento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Características físico-químicas de grãos de milho atacados por Sitophilus zeamais durante o armazenamento
Outro título Physicochemical characteristics of corn damaged by Sitophilus zeamais during storage
Autor Antunes, Luidi Eric Guimarães
Viebrantz, Priscila Correa
Gottardi, Roberto
Dionello, Rafael Gomes
Resumo O objetivo do trabalho foi avaliar os danos físicos e químicos causados por insetos adultos da espécie Sitophilus zeamais (Motschulsky) (Coleoptera: Curculionidae), criação própria sob condições controladas (25±5 °C e 60±10% UR), em grãos de milho híbrido (Zea mays L.) AS-32, oriundos de lavoura experimental, durante três períodos de armazenamento: 30, 60 e 120 dias. O experimento ocorreu nas mesmas condições e foi constituído de quatro repetições de 600 g de grãos com 150 insetos para cada tratamento. As análises realizadas também com o produto “in natura” foram: umidade, perda de peso dos grãos, peso de 1000 grãos, tecnológica de defeitos, extrato etéreo, proteína bruta e variação populacional (emergência, mortalidade e sobrevivência dos insetos). No maior período avaliado (120 dias) ocorreram as maiores perdas de peso, presença de grãos carunchados, grau de umidade, variação populacional e menor peso de 1000 grãos e extrato etéreo. Pode-se concluir, com base nesses resultados, que quanto maior o período de contato dos insetos com os grãos maiores são os danos causados e os prejuízos para os produtores.
Abstract O objetivo do trabalho foi avaliar os danos físicos e químicos causados por insetos adultos da espécie Sitophilus zeamais (Motschulsky) (Coleoptera: Curculionidae), criação própria sob condições controladas (25±5 °C e 60±10% UR), em grãos de milho híbrido (Zea mays L.) AS-32, oriundos de lavoura experimental, durante três períodos de armazenamento: 30, 60 e 120 dias. O experimento ocorreu nas mesmas condições e foi constituído de quatro repetições de 600 g de grãos com 150 insetos para cada tratamento. As análises realizadas também com o produto “in natura” foram: umidade, perda de peso dos grãos, peso de 1000 grãos, tecnológica de defeitos, extrato etéreo, proteína bruta e variação populacional (emergência, mortalidade e sobrevivência dos insetos). No maior período avaliado (120 dias) ocorreram as maiores perdas de peso, presença de grãos carunchados, grau de umidade, variação populacional e menor peso de 1000 grãos e extrato etéreo. Pode-se concluir, com base nesses resultados, que quanto maior o período de contato dos insetos com os grãos maiores são os danos causados e os prejuízos para os produtores.
Contido em Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande. Vol. 15, n. 6 (jun. 2011), p. 615-620
Assunto Doença de planta
Gorgulho do milho
Milho
[en] Ether extract
[en] Loss weight
[en] Maize weevil
[en] Protein
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108545
Arquivos Descrição Formato
000781804.pdf (74.53Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.