Repositório Digital

A- A A+

Nosso jeito de fazer : nasce a nova cultura organizacional do Itaú Unibanco

.

Nosso jeito de fazer : nasce a nova cultura organizacional do Itaú Unibanco

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Nosso jeito de fazer : nasce a nova cultura organizacional do Itaú Unibanco
Autor Lauermann, Lucas Alan Welter
Orientador Costa, Silvia Generali da
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Cultura organizacional
Fusão de empresas
[en] Itaú Unibanco
[en] Organizational culture
[en] Our way to do
[en] Values
Resumo No intuito de compreender e estudar a cultura organizacional, destaca-se o entendimento a respeito de como os valores organizacionais são definidos como a base da cultura da instituição, pois são estas auxiliam a transformação das atividades de rotina em ações efetivas. Desta maneira, Itaú e Unibanco, após concluírem sua fusão, lançaram o Nosso Jeito de Fazer, que é constituído de um conjunto de valores descritos através de dez atitudes que apontam quais as práticas desejáveis e as intoleráveis a serem seguidas pelos seus colaboradores dentro do Itaú Unibanco, com o objetivo de construírem sua nova cultura organizacional. Este trabalho busca analisar o processo de compreensão e assimilação do Nosso Jeito de Fazer de modo a verificar se está sendo utilizado como principal ferramenta na construção da nova cultura organizacional. Para isso, o procedimento utilizado foi estudo de caso, baseado em dados obtidos através do estudo histórico da Instituição, a revisão teórica para compreender a realidade percebida e entrevistas e questionários com os colaboradores da instituição, a fim de dimensionar a assimilação do “Nosso Jeito de Fazer”. Em relação ao público alvo da pesquisa, a mesma foi realizada com 23 colaboradores do atendimento pessoa física do segmento varejo de 4 agências situadas na Av. Assis Brasil na cidade de Porto Alegre/RS. Os questionários, foram analisados por meio de estatística descritiva utilizando o MS Excel, já para as entrevistas foi utilizada a técnica interpretativa dos dados coletados. Através da análise doa resultados da pesquisa concluiu-se, que o Nosso Jeito de Fazer vem sendo implementada de forma parcial como principal instrumento de condução dos membros da organização para determinados comportamentos, o que pode levar a falta de padronização nos processos de trabalho. Isso pode ser considerado um problema na formação da Nova Cultura Organizacional, uma vez que, pode acarretar o desenvolvimento de subculturas com valores opostos aos esperados pela Instituição. Assim, é necessário que o Itaú Unibanco reavalie sua forma de condução dos processos utilizados para construção de sua Cultura, buscando ampliar a abrangência e a pratica do Nosso Jeito de Fazer.
Abstract With the aim of understand and study the organizational culture, stands out the knowledge about how the organizational values is defined as the base of the institution’s culture, because it helps the transformation of the routine activities in effectives actions. Thus, Itaú and Unibanco, after complete their merger, they launched the Our Way to Do, which is composed of a set of values described through ten attitudes that shows which desirable practices and intolerable practices has to be follow by their employees inside Itaú Unibanco, with the objective of build a new organizational culture. This study aims analyzes the process of understanding and assimilation of Our Way to Do, then check if it is being used as the main tool on the construction of the new organizational culture. For this, the procedure used was a case study, based on information obtained through historical study of the Institution, the theoretical review to understand the reality seen and interviews and questionnaires with the employees of the Institution, in order to scale the assimilation of Our Way to Do. Regarding the target public of the research, the same was made with 23 employees of physical person attendance from retail segment of 4 agencies located at Assis Brazil Avenue in Porto Alegre / RS. The questionnaires were analyzed by descriptive statistics using MS Excel, the interviews was used the interpretative technique of information collected. Through analysis from the research results, concluded that the Our Way to Do has been used partially as the main instrument on the conduction of the Organization’s members for certain behaviors, what can lead to the absence of standardization in work processes. This can be considered a difficulty for the shaping of the new organizational culture, because it can result in the development of subcultures with opposites values to the expected by the Institution. Therefore, it is necessary that Itaú Unibanco reevaluate the conduction way of the process utilized for their construction of the Culture, looking to expand the comprisement and the practice of Our Way to Do.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/108555
Arquivos Descrição Formato
000891602.pdf (691.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.