Repositório Digital

A- A A+

Perfil antropométrico e fisiológico de atletas brasileiros de "rugby"

.

Perfil antropométrico e fisiológico de atletas brasileiros de "rugby"

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil antropométrico e fisiológico de atletas brasileiros de "rugby"
Autor Lopes, André Luiz
Sant'Ana, Ricardo Tannhauser
Baroni, Bruno Manfredini
Cunha, Giovani dos Santos
Radaelli, Régis
Oliveira, Álvaro Reischak de
Castro, Flavio Antonio de Souza
Resumo O “Rugby” é um esporte bastante popular internacionalmente e em franca ascensão no Brasil. É caracterizado pela existência de duas posições táticas básicas (“forwards” e “backs”), cujos atletas apresentam demandas funcionais e características físicas distintas. Embora a literatura internacional apresente um número interessante de referências acerca do perfi l antropométrico e fisiológico destes atletas, pouca atenção tem sido despendida aos atletas brasileiros. Assim, este trabalho teve como objetivo verifi car o desempenho de 20 jogadores amadores de “Rugby” submetidos à ergoespirometria, teste de Wingate e Dinamometria isocinética bem como a comparação entre “backs” (n = 10) e “forwards” (n = 10) para verifi car possíveis diferenças entre as posições táticas. Para determinação dos valores de VO2 e VCO2 foi utilizado um analisador de gases computadorizado (CPX-D; MedGraphics Cardiorespiratory Diagnostic Systems) para variáveis de força um dinamômetro isocinético Cybex Norm (Lumex & Co., Ronkonkoma, USA) e para comparações de composição corporal foi aplicada a técnica de cinco componentes da ISAK. A comparação entre os dados foi verifi cada por meio do teste t de Student para amostras independentes, sendo que para todas as variáveis foi adotado um índice de signifi cância de p < 0,05. Os nossos resultados mostram uma diferença signifi cativa entre “backs” e “forwards’ nas variáveis VO2max (47,8 ± 4,5 e 38,8 ± 5,5 ml.kg-1.min-1) - 2° limiar ventilatório (38,3 ± 3,0 e 31,6 ± 4,2 ml.kg-1.min-1) - potência média (7,5 ±0,6 e 6,3 ±1,1 W.kg-1) e trabalho total (225,7 ± 18,4 e 187,9 ± 31,7 J.kg-1) - massa corporal (78,5 ± 9,5 e 101,6 ± 12,6 kg) Massa Adiposa (24,7 ± 3,2 e 29,7 ± 4,6%) Massa Muscular (48,7 ± 4,2 e 44,5 ± 3,4%) respectivamente (p < 0,05). Sendo assim, evidenciamos a existência de diferenças signifi cativas em algumas das variáveis medidas entre atletas de “Rugby’ conforme sua função no jogo. Essa evidência mostra que mesmo os atletas sendo de nível amador, as características fi siológicas, antropométricas e mecânicas são semelhantes quando comparadas aos jogadores de nível profi ssional.
Contido em Revista brasileira de educação física e esporte. São Paulo, SP. Vol. 25, n. 3 (jul./set. 2011), p. 387-395.
Assunto Antropometria
Fisiologia do exercício
Rugby
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108574
Arquivos Descrição Formato
000793423.pdf (104.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.