Repositório Digital

A- A A+

Interação mãe criança e autismo: a contribuição dos transtornos psicossociais

.

Interação mãe criança e autismo: a contribuição dos transtornos psicossociais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Interação mãe criança e autismo: a contribuição dos transtornos psicossociais
Autor Meimes, Maíra Ainhoren
Orientador Bosa, Cleonice Alves
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Autismo
Crianças autistas
Interação social
Práticas de criação infantil
Relação mãe-criança
Resumo O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é uma condição neurodesenvolvimental caracterizada pela presença de comportamentos repetitivos e estereotipados, e por comprometimentos sociocomunicativos, os quais têm influência nos estilos de interação das mães com seus filhos. O impacto do diagnóstico do filho nas mães pode ser mediado por fatores psicossociais, repercutindo na adaptação da díade em contexto interativo. Objetivos: a) investigar os estilos de interação Compartilhamento de Tópico (CT), Diretividade (DI) e Intrusividade (IN) de mães de meninos com autismo e sua relação com o comportamento da criança (Engajamento e Não Engajamento); b) explorar a relação entre cada um dos estilos maternos e as variáveis psicossociais da família, com base nos fatores propostos pelo metamodelo biopsicossocial de Bradford. Delineamento: estudo de casos múltiplos, de cunho transversal, do tipo exploratório, vinculado a um banco de dados. Participantes: quatro mães com idades entre 38 a 45 anos e seus filhos com autismo, do sexo masculino, com idades entre 3 anos e 5 meses a 6 anos e 9 meses. Instrumentos: Entrevista de Dados Demográficos e de Desenvolvimento da Criança, Roteiro de Entrevista Materna sobre as Dificuldades da Criança, Ficha de Impressões Gerais da Mãe sobre as Características do Comportamento da Criança, Autism Diagnostic Interview (ADI), Questionário de Saúde Geral de Goldberg (QSG), Protocolo de Observação para Crianças com Suspeita de Transtornos Globais do Desenvolvimento (PROTGD), Perfil Psicoeducacional Revisado (PEP-R), Manual de Observação e Codificação dos Episódios de Atividades Conjuntas Mãe-Criança. Procedimentos: análise de conteúdo das quatro entrevistas maternas e análise sistemática das videogravações das díades em contexto interativo. Resultados: em duas díades a categoria mais proeminente foi o Compartilhamento de Tópico e esse se associou ao Engajamento infantil. Ambas compartilharam fatores psicossociais que parecem ter favorecido a sua adaptação em contexto de TEA, sendo que esses achados foram ao encontro dos da literatura. Nas outras duas díades ocorreu o contrário. Em uma os limitados fatores psicossociais protetivos tenderam a estar associados a um estilo intrusivo. Em outra, apesar do estilo de Compartilhamento de Tópico ter caracterizado o comportamento materno, este não esteve associado ao Engajamento infantil, provavelmente porque o comportamento da criança demandava um estilo mais diretivo. Discute-se a necessidade de se redefinir as definições operacionais dos estilos maternos, de forma a contemplar nas unidades de análise as peculiaridades do comportamento de crianças com autismo.
Abstract The Autism Spectrum Disorder (ASD) is a neurodevelopmental condition characterized by the presence of repetitive and stereotyped behavior and socio-communicative impairment, which have influence on the interaction style of in the mothers and their children. The diagnosis impact can be mediated by psychosocial factors, reverberating in the adaptation of the dyad on an interactive context. Goals: a) to investigate the interaction styles Topic Sharing (TS), Directiveness (DI), and Intrusiveness (IN) of mother of boys with autism and their relation to child behavior (engagement and non-engagement); b) to exploit the relation among each one of the maternal styles and the psychosocial variables of the family, considering the factor proposed on the Bradford biopsycosocial model. Delineation: an exploratory transversal multiple case study considering a database. Participants: four mothers between the ages of 38 and 45 years and their autistic sons, four male children between the ages of 3 years and 5 months and 6 years and 9 months. Instruments: Demographics Data and Child Development Interview, Interview Guide for Maternal Perceptions of Child Impairments, Sheet for the General Impressions of the Mother on the Characteristics of Child Behavior, Autism Diagnostic Interview (ADI), General Health Questionnaire (GHQ), Observation Protocol for Children with Pervasive Developmental Disorders Suspicion, Psychoeducational Profile Revised, Manual for the Observation and Coding Mother-Child Joint Activities Episodes. Procedures: content analysis of four maternal interviews and systematic analysis of the video recordings of dyads in interactive context. Results: in two dyads the most prominent category was the TS which were associated with children's engagement. Both dyads shared the adaptation protective psychosocial factors in the context of ASD and these findings are consistent with the literature. In the other two dyads occurred the opposite. In one of these dyads the limited protective psychosocial factors tended to be associated to an intrusive style. In other dyad, despite the maternal behavior can be characterized as TS style, this style was not associated to the child engagement, probably because the child behavior demanded a more directive style. The need to reorder the operational definitions of maternal styles is discussed in order to accommodate in the units of analysis the behavioral specifities of autistic children.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/108588
Arquivos Descrição Formato
000948240.pdf (678.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.