Repositório Digital

A- A A+

Intervenção fonoaudiológica em grupo a cantores populares : estudo prospectivo controlado

.

Intervenção fonoaudiológica em grupo a cantores populares : estudo prospectivo controlado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Intervenção fonoaudiológica em grupo a cantores populares : estudo prospectivo controlado
Outro título Group speech-language pathology intervention in popular singers : prospective controlled study
Autor Goulart, Bárbara Niegia Garcia de
Rocha, Jaqueline Garcia
Chiari, Brasília Maria
Resumo Objetivo: Verificar os benefícios de um programa de aperfeiçoamento vocal em grupo a cantores populares. Métodos: Trata-se de estudo de intervenção, quase experimental, realizado com 37 cantores populares de ambos os gêneros, com idades entre 18 e 40 anos e qualidade vocal adaptada. Os participantes foram divididos em dois grupos: Intervenção (GI) e Controle (GC). O GI contou com 21 indivíduos que receberam orientações sobre anátomo-fisiologia do aparelho fonador, cuidados de higiene vocal e realização de exercícios vocais, em um total de sete encontros. O GC contou 16 participantes, que mantiveram suas atividades normais durante o período de realização da pesquisa e não receberam as orientações sobre o aperfeiçoamento vocal. Nos períodos pré e pós- -intervenção todos os participantes responderam a um questionário sobre hábitos e demandas relacionadas à voz e foram avaliados em relação a: ressonância, articulação, projeção, pitch, loudness, tempo máximo de fonação e relação s/z. Resultados: O trabalho de aperfeiçoamento vocal mostrou-se positivo na percepção dos cantores, que referiram melhora em suas vozes. Os tempos máximos de fonação e a relação s/z não apresentaram diferença entre os grupos (p=0,57). Não houve modificação dos comportamentos potencialmente nocivos à saúde vocal (p=0,24) em até 60 dias após a intervenção. Não foi observada diminuição considerável das queixas vocais (p=0,1), ainda que a porcentagem de redução de queixas do GI (22,2%) tenha sido maior que a do GC (11,1%). Conclusão: A intervenção fonoaudiológica em grupo a cantores populares é positiva no que se refere à percepção do indivíduo sobre sua produção vocal, ainda que estes apresentem voz adaptada desde o início do processo.
Abstract Purpose: To assess the benefits of a group vocal improvement program to popular singers without voice disorders. Methods: This is a quasi-experimental intervention study, carried out with 37 popular singers of both genders, with ages between 18 and 40 years and adapted vocal quality. Participants were divided into two groups: Intervention (IG) and Control (CG). The IG included 21 subjects who participated in seven weekly lectures regarding anatomy and physiology of the vocal tract, vocal hygiene care, and vocal exercises for voice improvement. The CG included 16 participants, who maintained their normal activities during this period, and did not receive any orientations regarding vocal improvement. In pre- and post-intervention, all participants answered a questionnaire about habits and demands related to the voice, and were evaluated regarding resonance, speech articulation, voice projection, pitch, loudness, maximum phonation time, and s/z ratio. Results: The vocal training was positive in the perception of the singers, who reported improvement in their voices. The assessment of maximum phonation time and s/z ratio did not present differences between groups (p=0.57). No modifications of behaviors potentially harmful to the vocal health were observed within 60 days after the intervention (p=0.24). There was also no considerable decrease of voice complaints (p=0.1), although the decrease percentage of complaints in the IG (22.2%) was higher than that of the CG (11.1%). Conclusion: Group vocal training intervention in popular singers is positive regarding the perception of the individual about his/her voice production, even though they presented adapted voice from the beginning of the process.
Contido em Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. São Paulo. Vol. 24, n.1 (2012), p. 7-18.
Assunto Distúrbios da voz
Fonoterapia
Música
Qualidade da voz
Treinamento da voz
[en] Music
[en] Speech therapy
[en] Voice
[en] Voice disorders
[en] Voice quality
[en] Voice training
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108613
Arquivos Descrição Formato
000826587.pdf (315.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.