Repositório Digital

A- A A+

Vulcanismo félsico paleoproterozóico do Grupo Iricoumé, domínio Erepecuru-Trombetas, província Amazônia central : dados de campo, caracterização petrográfica e geocronologia Pb-Pb em zircão

.

Vulcanismo félsico paleoproterozóico do Grupo Iricoumé, domínio Erepecuru-Trombetas, província Amazônia central : dados de campo, caracterização petrográfica e geocronologia Pb-Pb em zircão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vulcanismo félsico paleoproterozóico do Grupo Iricoumé, domínio Erepecuru-Trombetas, província Amazônia central : dados de campo, caracterização petrográfica e geocronologia Pb-Pb em zircão
Outro título Paleoproterozoic felsic volcanism of Iricoumé group, Erepecuru-Trombetas domain, Amazonian central province: Field and petrographic characterization and Pb-Pb zircon geochronology
Autor Barreto, Carla Joana Santos
Lafon, Jean Michel
Costa, Lúcia Travassos da Rosa
Lima, Evandro Fernandes de
Resumo O Grupo Iricoumé compreende rochas vulcânicas efusivas e piroclásticas, com texturas e estruturas bastante preservadas, que pertence a um extenso evento vulcano-plutônico que marcou a região central do Cráton Amazônico durante o Orosiriano. Tais rochas estão expostas no noroeste do estado do Pará, na porção meridional do sudoeste do Domínio Erepecuru-Trombetas, sul do Escudo das Guianas. Estudos petrográficos permitiram distinguir um vulcanismo explosivo, predominante e representado por rochas piroclásticas (ignimbritos, reoignimbritos, tufo coignimbrítico de queda e lápili-tufo relacionado a surge), e um efusivo, subordinado, representado por fluxos de lavas coerentes e rochas hipabissais (andesitos, lamprófiros espessartíticos e latitos). A maioria das rochas piroclásticas exibe feições diagnósticas da deposição dos piroclastos sob altas temperaturas, sugerindo que as rochas vulcânicas estão provavelmente relacionadas a ambientes de geração de caldeiras. As idades Pb-Pb de 1888 ± 2,5 e 1889 ± 2 Ma obtidas em zircão de ignimbritos traquidacíticos confirmam que a maioria das rochas estudadas pertence ao Grupo Iricoumé. Por outro lado, a idade Pb-Pb de 1992 ± 3 Ma obtida em zircão de um andesito evidencia um episódio vulcânico efusivo orosiriano mais antigo, já reconhecido, localmente, mais a sul, no Domínio Tapajós. Os dados obtidos demonstram a ampla extensão do vulcanismo Iricoumé e rochas vulcânicas correlatas na porção central do Cráton Amazônico, e constituem argumentos favoráveis para associar esse episódio vulcânico e rochas magmáticas correlatas a uma silicic large igneous province (SLIP), como já vem sendo descrito por alguns autores.
Abstract The Iricoumé group consists of very well preserved pyroclastic and effusive volcanic rocks as a part of an extensive volcano-plutonic event, which marked the central part of the Amazonian craton during the Orosirian. Such rocks occur in the southern part of the southwestern of Erepecuru-Trombetas Domain (NW of the Pará state), south of the Guyana Shield. Petrographic study allows distinction of two volcanic types. A dominant explosive volcanism is characterized by pyroclastic rocks (ignimbrites, rheoignimbrites, lapilli-tuff related to surge deposit, and co-ignimbrite fall tuff) while a subordinated effusive volcanism is represented by coherent lavas flows and hypabissal rocks (andesites, lamprophyres and latites). Most of the pyroclastic rocks exhibit features of deposition under high temperature suggesting formation in a caldera-related environment. Pb-Pb zircon ages of 1888 ± 2.5 and 1889 ± 2 Ma have been obtained for the formation of trachydacitic ignimbrites and confirm that the dominant volcanism is part of the Iricoumé group. The Pb-Pb zircon age of 1992 ± 3 Ma yielded by an andesite points to the occurrence in the area of an older Orosirian magmatic episode, which has been previously recognized locally southward in the Tapajós domain. These new results constitute a further evidence of the wide extent of the Iricoumé group and correlated volcanic rocks in the central part of the Amazonian craton, and reinforce the assumption that this volcanic episode and correlated magmatism may be considered as a silicic large igneous province (SLIP), as previously proposed by some authors.
Contido em Geologia USP. Série científica, São Paulo, SP. Vol. 13, n. 1 (mar. 2013), p. 47-72
Assunto Geocronologia
Petrografia
Rochas vulcanicas
Vulcanismo
[en] Amazonian craton
[en] Erepecuru-Trombetas domain
[en] Iricoumé group
[en] Orosirian
[en] Volcanic rocks
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108675
Arquivos Descrição Formato
000878564.pdf (17.72Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.