Repositório Digital

A- A A+

Beef cattle production system competitiveness in the south of Brazil

.

Beef cattle production system competitiveness in the south of Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Beef cattle production system competitiveness in the south of Brazil
Outro título Competitividade de sistemas de produção de bovinocultura de corte na Região Sul do Brasil
Autor Oaigen, Ricardo Pedroso
Barcellos, Julio Otavio Jardim
Soares, Jean Carlos dos Reis
Lampert, Vinícius do Nascimento
Gottschall, Carlos Santos
Marques, Pablo Rocha
Tavares, Heliton Ribeiro
Abstract The internal competitiveness of the beef cattle production systems in the Southern Region of Brazil was studied. Thirty-six beef cattle farmers of the state of Rio Grande do Sul were interviewed during the first quarter of 2010. The main indicators that affect the farm gate sector competitiveness were defined: technology, management, market relations, and institutional environment. Then, those indicators were developed into 10, 10, 4 and 7 factors respectively. They were assigned individual weights in order to calculate their competitiveness indices (CI) with specific equations. The competitiveness indices for the 4 indicators and the 31 factors were also calculated, and they ranged from unfavorable to very favorable. The Item Response Theory was employed to statistically treat the data. Data analysis also employed the Correspondence Analysis Technique (ANACOR) available in the SPSS software in its 18.0 version. The average CI of the production systems 7.27, which is considered a favorable one. The main critical competitiveness factors include the producers' organization, price formation, strategic planning and availability of technological innovations. Researches like the current one are of fundamental importance to develop strategies to be carried out by both the public and the private sectors aiming to enhance competitiveness of the beef production chain.
Resumo Objetivou-se mensurar a competitividade interna dos sistemas de produção que atuam na bovinocultura de corte na Região Sul do Brasil. Foram realizadas entrevistas durante o primeiro trimestre de 2010 com 36 pecuaristas que atuam na bovinocultura de corte no Estado do Rio Grande do Sul. Foram definidos os principais direcionadores que afetam a competitividade dentro da porteira, sendo estes a tecnologia, a gestão, as relações de mercado e o ambiente institucional. Posteriormente estes foram desdobrados em dez, dez, quatro e sete fatores, respectivamente, sendo atribuídos pesos específicos para cada um deles a fim de determinar o índice de competitividade (IC) por meio de equações específicas. Foi calculado também o grau de competitividade dos quatro direcionadores e dos 31 fatores, variando de muito desfavorável a muito favorável. Os resultados foram analisados estatisticamente pela teoria de resposta ao item e pela análise de correspondência através do software SPSS. Os sistemas de produção apresentaram, em média, um IC favorável (7,27). Entre os principais fatores críticos de competitividade destacaram-se a organização dos produtores, formação de preços, planejamento estratégico e o acesso a inovações tecnológicas. Estes trabalhos são fundamentais para identificar as ações prioritárias a ser realizadas pelos órgãos públicos, privados e de fomento para alcançar maior competitividade a cadeia produtiva da carne bovina.
Contido em Archivos de Zootecnia. Córdoba. Vol. 62, n.238 (jun. 2013), p. 161-170
Assunto Agronegócio
Bovino de corte
Cadeia produtiva
[en] Agribusiness
[en] Management
[en] Production chain
Origem Estrangeiro
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/108753
Arquivos Descrição Formato
000910482.pdf (95.99Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.