Repositório Digital

A- A A+

O território mito da orla : antropologia de conflitos territoriais urbanos e memórias ambientais em Porto Alegre, RS

.

O território mito da orla : antropologia de conflitos territoriais urbanos e memórias ambientais em Porto Alegre, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O território mito da orla : antropologia de conflitos territoriais urbanos e memórias ambientais em Porto Alegre, RS
Outro título The myth territory of the waterfront : anthropology of urban terrirorial conflicts and environmental memories in Porto Alegre, RS
Autor Soares, Ana Paula Marcante
Orientador Eckert, Cornelia
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia social.
Assunto Antropologia social
Cidade
Conflito territorial
Meio ambiente
Memória coletiva
Paisagem
Políticas urbanas
Porto Alegre (RS)
Territorio
[en] City
[en] Collective memory
[en] Conflict
[en] Environment
[en] Landscape
[en] Territory
[en] Urban policies
Resumo Esta Tese apresenta o estudo etnográfico realizado sobre os conflitos territoriais implicados ao processo de transformação da paisagem urbana da orla do Lago Guaíba, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, por meio de projetos urbanísticos idealizados e implantados na orla sul da cidade, particularmente no bairro Cristal e suas adjacências. Em meio às situações de conflitos de uso e ocupação da orla, busca-se compreender como se opera, no tempo, a construção material e simbólica desse espaço da cidade, enfocando as formas como são construídos os pertencimentos e enraizamentos, as mobilidades e dinamismos urbanos dos habitantes destes territórios em disputa, expressos em suas narrativas. As concepções de tempo e espaço a partir das quais se desenvolve essa Tese articulam a relação dialógica entre duas escalas de análise: cotidianos e sociabilidades dos habitantes em suas formas de ocupação dos espaços urbanos em conflito; políticas urbanas contemporâneas em suas formas de normatização do espaço urbano. Pautada na ideia de existência de um processo de valorização do patrimônio ambiental da orla, a pesquisa analisa princípios, orientações e linguagens orientadas pelo ideário da cidade democrática, e que são incorporadas pelas lógicas de normatização da cidade no contexto brasileiro, a partir do ajuste “ambiental” da dinâmica urbana. Neste contexto, investigam-se as práticas e os sentidos atribuídos pelos sujeitos envolvidos nos conflitos territoriais em questão, enfatizando-se as continuidades e descontinuidades dos sistemas de valores, identidades sociais e memórias em jogo nesses territórios, evidenciando tensões entre homogeneidade/heterogeneidade de dinâmicas políticas e experiências sociais nos processos de transformação urbana.
Abstract This dissertation presents an ethnographic study about territorial conflicts surfaced in the process of transformation of urban landscape on the waterfront of Guaíba Lake, in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil, through urban projects idealized and implanted in the south waterfront of the city, particularly in Cristal neighborhood and its adjacencies. Amid the conflicts related to the use and occupation of the lake waterfront, this study aims to understand how the material and symbolic construction of this area operates over time, focusing on the way social belonging and social roots, as well as mobility and urban dynamism, expressed in the narrative of the inhabitants of these territories under dispute, are built. The conception of time and space from which this dissertation develops articulates a dialogic relation between two scales of analysis: everyday life and sociability of the inhabitants on the way they occupy these urban spaces under conflict; contemporary urban policies and its regulations of the urban space. Based on the idea of an ongoing appraisement process regarding the heritage of the lake waterfront, this research analyzes principles, orientations and languages oriented by the ideas of the democratic city that are incorporated by the logic of the regulation of the city in the Brazilian context, considering the “environmental” adjustment of the urban dynamics. In this context, this study investigates the practices and meanings attributed by the subjects involved in the territorial conflicts, emphasizing the continuity and discontinuity of value systems, social identities and memories at play in these territories, evidencing tensions between homogeneity/heterogeneity of the political dynamics and social experiences in the process of urban transformation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/108940
Arquivos Descrição Formato
000946485.pdf (1.952Mb) Volume 1 Adobe PDF Visualizar/abrir
000946485-02.pdf (26.01Mb) Volume 2 Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.