Repositório Digital

A- A A+

Treatment of female and male inpatient crack users : a qualitative study

.

Treatment of female and male inpatient crack users : a qualitative study

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Treatment of female and male inpatient crack users : a qualitative study
Outro título Tratamento de mulheres e homens usuários de crack internados : um estudo qualitativo
Autor Pedroso, Rosemeri Siqueira
Kessler, Felix Henrique Paim
Pechansky, Flavio
Abstract Objective: To map treatment trajectories in a sample of male and female crack users through their narratives about the course of treatment seeking and their attempts to access health care services in Brazil. Methods: Qualitative study of a purposive sample (five female and nine male hospitalized crack users) using semi-structured interviews. The interviews were transcribed and data explored using content analysis. Results: Respondents reported difficulties getting access to hospitalization, relapse after discharge, and abandonment of treatment. There seems to be a peculiar model of behavior for women and men while dealing with craving for crack: while women got involved with prostitution and consequently became infected with HIV, every men of the sample reported criminal involvement. Conclusions: The relationship between relapse and a social environment conducive to consumption, associated with belief or disbelief in spiritual support, prostitution, and the legal complications arising from the use of crack, are relevant issues and should be taken into consideration in the development of preventive actions aimed at this specific population.
Resumo Objetivo: Mapear as trajetórias de tratamento em uma amostra de homens e mulheres usuários de crack, através de suas narrativas acerca do percurso de busca por tratamento e suas tentativas de ter acesso ao sistema de saúde brasileiro. Método: Estudo qualitativo de uma amostra intencional (cinco mulheres e nove homens usuários de crack internados) utilizando entrevistas semiestruturadas. As entrevistas foram transcritas e os dados explorados utilizando-se a técnica de análise de conteúdo. Resultados: Os entrevistados referiram dificuldades em obter acesso à internação, recaídas após a alta e abandono do tratamento. Parece existir um modelo de comportamento peculiar às mulheres e aos homens para lidar com a fissura pelo crack: enquanto as mulheres se prostituíram e, consequentemente, infectaram-se pelo HIV, todos os homens da amostra referiram envolvimento com o crime. Conclusões: As relações entre recaída e um ambiente social propício ao consumo, associadas a crença ou descrença em um auxílio espiritual, prostituição e às complicações legais decorrentes do uso de crack, são pontos relevantes e devem ser levados em consideração no desenvolvimento de ações preventivas voltadas a essa população específica.
Contido em Trends in psychiatry and psychotherapy. Porto Alegre. Vol. 35, n. 1 (2013), p. 36-45
Assunto Assistência à saúde
Cocaína crack
Tratamento
Usuários de drogas
[en] Crack
[en] Drug users
[en] Qualitative study
[en] Treatment
[en] Treatment access
[en] Treatment services
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/109195
Arquivos Descrição Formato
000946556.pdf (440.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.