Repositório Digital

A- A A+

Dança e flexibilidade : interferência na qualidade de vida de adultos

.

Dança e flexibilidade : interferência na qualidade de vida de adultos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dança e flexibilidade : interferência na qualidade de vida de adultos
Autor Delabary, Marcela dos Santos
Orientador Haas, Aline Nogueira
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Dança: Licenciatura.
Assunto Dança
Flexibilidade
Qualidade de vida
[en] Adulthood
[en] Dance
[en] Flexibility
[en] Quality of life
Resumo O público adulto geralmente encontra-se exposto a situações de tensão e imobilidade que causam desconfortos musculares e, muitas vezes, um desinteresse pelo corpo em movimento. Dessa forma, o presente estudo visa analisar como a prática regular de dança, ligada a uma proposta de flexibilidade, pode interferir na qualidade de vida de indivíduos adultos. A pesquisa em questão caracteriza-se por ser de ordem quantitativa com estudo semi-experimental. Foram aplicadas 30 aulas de dança com proposta de flexibilidade em um grupo de dez adultos entre 40 e 65 anos. As aulas tinham duração de uma hora e frequência de duas vezes por semana, sendo divididas em prática inspiradas em cinco gêneros da dança de salão: bolero, salsa, forró, soltinho e samba; e, propostas de relaxamento e mobilização articular. A flexibilidade foi avaliada através do aparelho Goniômetro e, a qualidade de vida, a partir do questionário SF-36. Esses instrumentos de coleta de dados foram aplicados antes e depois do período de prática. Foram observadas as alterações na mobilidade articular da coluna vertebral e do quadril, bem como, as alterações na qualidade de vida dos indivíduos participantes dessa pesquisa, após a aplicação de trinta aulas de dança, juntamente com uma proposta de flexibilidade. Os resultados apontaram ganho significativo de flexibilidade em todas as articulações analisadas e melhora significativa em sete dos oito domínios que medem a qualidade de vida. Sendo assim, concluiu-se que a prática regular de dança, ligada a uma proposta de flexibilidade, pode interferir na qualidade de vida de indivíduos adultos.
Abstract The adult audience usually is exposed to situations of tension and immobility that cause muscle discomfort and, often, a detachment about the body in motion. Thus, this study aims to analyze how the regular dance practice, linked to a proposal of flexibility, can interfere in the adults’ quality of life. This research is characterized by being of a quantitative semi-experimental study. 30 dance classes with flexibility proposal were applied to a group of ten adults between 40 and 65 years. Classes had lasted one hour, twice a week, and were divided into five dance styles: bolero, salsa, forró, samba and swing; and proposals for relaxation and joint mobilization. Flexibility was assessed using the goniometer device and the quality of life, from the SF-36. These instruments of data collection were applied before and after the practice period. We observed changes in the joint mobility of the spine and hip and in the quality of life of the subjects, after thirty dance classes with a proposal for flexibility. The results showed significant gains in flexibility in all joints examined and significant improvement in seven of eight quality of life domains. Thus, we concluded that regular dance practice, linked to a proposal of flexibility, can interfere in adults quality of life.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109201
Arquivos Descrição Formato
000950399.pdf (925.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.