Repositório Digital

A- A A+

Segurança alimentar e nutricional : indicadores e gestão no rural de Gravataí, Rio Grande do Sul

.

Segurança alimentar e nutricional : indicadores e gestão no rural de Gravataí, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Segurança alimentar e nutricional : indicadores e gestão no rural de Gravataí, Rio Grande do Sul
Autor Medeiros, Tathiane Muriel
Orientador Coelho-de-Souza, Gabriela
Co-orientador Silva, Leonardo Xavier da
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Gravataí (RS)
Políticas públicas
Segurança alimentar e nutricional
[en] Food security
[en] Indicators SAN
[en] Rural development
[en] SAN management
[es] CONSAD Metropolitano Sul
[es] Desarrollo rural
[es] Gestión en SAN
[es] Indicadores SAN
[es] Seguridad alimentaria
Resumo A Segurança Alimentar tem adquirido novas dimensões que contemplam indicadores que caracterizam as condições de vida da população. Nas áreas rurais a pobreza é mais prevalente e as pessoas vivem em maior vulnerabilidade, devido às longas distâncias, às dificuldades para obtenção de alimentos da agricultura, à penosidade do trabalho, ao menor acesso a trabalho não agrícola e à renda. No entanto, a diversidade rural muitas vezes não é considerada por políticas públicas, o que pode ser observado na falta de indicadores disponíveis. O município de Gravataí, localizado na região metropolitana de Porto Alegre, possui uma extensa área rural. Apesar disso, com o processo de industrialização tem diminuído a cada ano sua população rural, com consequente redução na produção agrícola e na renda obtida com a agricultura. Destacam-se as características diferenciadas do rural de Gravataí, que possui um perfil metropolitano, urbanizado e pouco agrícola devido à sua localização. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar a condição da Segurança Alimentar e Nutricional no rural do município de Gravataí, a partir de indicadores de diagnósticos locais e municipal, avaliando o papel da gestão da Segurança Alimentar e Nutricional voltada para o rural. Os objetivos específicos foram: a) caracterizar a condição de Segurança Alimentar e Nutricional no município de Gravataí, a partir de indicadores produzidos por diagnósticos locais, contrastando com indicadores para o nível municipal; b) avaliar a expressão da diversidade rural nos indicadores municipais de Segurança Alimentar e Nutricional; e, c) analisar a gestão da Segurança Alimentar e Nutricional municipal voltada para o rural. Os métodos constaram de análises de dados secundários do projeto Agricultura Familiar e empreendimentos econômicos e solidários no CONSAD Metropolitano-Sul: Diagnóstico e prospecção de oportunidades (2009-2011) e do Observatório Socioambiental em Segurança Alimentar e Nutricional do Rio Grande do Sul (NESAN/PGDR/UFRGS); análise de conteúdo das entrevistas com representantes do Consórcio de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local Metropolitano Sul e Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Gravataí e análise documental. Os resultados encontrados demonstraram que 25% de famílias estão em Insegurança Alimentar nas áreas rurais do município. A diversidade da realidade rural, demonstrada pelo diagnóstico local, ficou diluída nos indicadores de nível municipal. O município teve protagonismo nas iniciativas de desenvolvimento territorial, a partir da implantação do CONSAD Metropolitano Sul, mas este se encontra inativo em função dos desafios jurídicos, de articulação entre as esferas governamentais e sociedade civil e da ausência de representação e organização da agricultura familiar. A gestão em SAN no município conta com o CONSAGRA como espaço de articulação que fortalece ações em SAN nas áreas de: a) produção de alimentos, b) doação de alimentos e oferecimento de refeições, c) diagnóstico nutricional e educação alimentar, d) programas sociais, e, e) transferência de renda. A pesquisa evidenciou a importância de indicadores das áreas rurais para a formulação de políticas em SAN que contemplem a diversidade rural.
Resumen La seguridad alimentaria ha adquirido nuevas dimensiones que incluyen indicadores que caracterizan las condiciones de vida de la población. En las zonas rurales la pobreza es más frecuente y las personas que viven en más mas grande vulnerabilidad debido a las largas distancias, las dificultades para la obtención de alimentos de la agricultura, la dificultad de trabajo, menor acceso al trabajo no agrícola y los ingresos. Sin embargo, la diversidad rural, a menudo, no es considerada por las políticas públicas, lo que puede observarse por la ausencia de indicadores disponibles. El município de Gravataí, ubicado en la región metropolitana de Porto Alegre, cuenta con una amplia zona rural, sin embargo, el proceso de industrialización ha disminuido a cada año la población rural, con la consecuente reducción en la producción agrícola y los ingresos de la agricultura. Se destacan las diferentes características de las zonas rurales de Gravataí, que tiene un perfil metropolitano, urbanizado y poco agrícola debido a su ubicación. En este contexto, el objetivo de este estudio fue analizar el estado de la seguridad alimentaria y nutricional en lo rural de Gravataí, a partir de indicadores de diagnósticos locales y municipales, evaluando el papel de la gestión de la seguridad alimentaria y nutricional frente a lo rural. Los objetivos específicos fueron: a) caracterizar la condición de la seguridad alimentaria y la nutricional en el município de Gravataí, a partir de indicadores elaborados por diagnósticos locales, en contraste con los indicadores a nivel municipal; b) evaluar la expresión de la diversidad rural en los indicadores municipales de seguridad alimentaria y nutricional; y c) analizar la gestión de la seguridad alimentaria y nutricional municipal direccionada a lo rural. Los métodos consistieron en análisis de datos secundarios del proyecto "Agricultura Familiar e Empreendimentos Econômicos e Solidários no CONSAD Metropolitano Sul: diagnóstico e prospecção de oportunidades" (2009-2011) y del Observatório Socioambiental em Segurança Alimentar e Nutricional do Rio Grande do Sul (NESAN/PGDR / UFRGS); análisis de contenido de las entrevistas con representantes del Consórcio de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local Metropolitano Sul y el Conselho Municipal de Segurança Alimentar de Gravataí y análisis de documentos. Los resultados demostraron que el 25% de familias estan en inseguridad alimentaria en las areas rurales del municipio. La diversidad de la realidad rural, demostrada por el diagnóstico local, se diluyó en los indicadores de nivel municipal. El municipio desempeñó un papel importante en las iniciativas de desarrollo territorial, a partir da implantación del CONSAD Metropolitano Sul, pero este se encuentra inactivo en función de las demandas juridicas, de la articulación entre las esferas gubernamentales y sociedad civil y de la falta de representación y organización de la agricultura familiar. La gestión en SAN en el municipio cuenta con el CONSAGRA como un espacio de articulacion que fortalece acciones en SAN en las areas de: a) producción de alimentos, b) donacion de alimentos y ofertas de comida, c) diagnóstico nutricional y educación alimentaria, d) programas sociales, y e) transferencias de ingresos. La pesquisa demostró la importancia de indicadores de las areas rurales para la formulación de políticas en SAN que contemplen la diversidad rural.
Abstract Food security has acquired new dimensions that include indicators that characterize the living conditions of the population. In rural areas, poverty is more prevalent and people live in greater vulnerability because of the long distances, difficulties in obtaining food from agriculture, as onerous of work, less access to non-farm employment and income. However, rural diversity is often not considered by public policies, which can be observed in the absence of indicators available. The town of Gravataí, located in the metropolitan region of Porto Alegre, has an extensive rural area, nevertheless, the process of industrialization has decreased every year, its rural population, with consequent reduction in agricultural production and income from agriculture. We highlight the different characteristics of the rural Gravataí, which has a metropolitan, urbanized and agricultural bit profile due to its location. In this context, the aim of this study was to analyze the condition of the food and nutrition security in the rural town of Gravataí, from indicators of local and municipal diagnostics, evaluating the role of management of food and nutrition security focused on the rural. The specific objectives were: a) to characterize the condition of food and nutrition security in the town of Gravataí, from indicators produced by local diagnoses, contrasting with indicators for the municipal level; b) evaluate the expression of diversity in rural municipal indicators of food and nutrition security; and, c) analyze the management of municipal food and nutritional security oriented for rural. The methods consisted of secondary data analyzes of "Agricultura Familiar e Empreendimentos Econômicos e Solidários no CONSAD Metropolitano Sul: diagnóstico e prospecção de oportunidades" (2009-2011) and the Observatório Socioambiental em Segurança Alimentar e Nutricional do Rio Grande do Sul (NESAN/PGDR / UFRGS); Content analysis of interviews with representatives of the Consortium for Food Security and Local Development South Metropolitan and Municipal Council of Food and Nutrition Security in Gravataí and document analysis. The results showed that 25% of households are food insecure in rural areas of the municipality. The diversity of rural reality, demonstrated by the local diagnosis was diluted in indicators of municipal level. The municipality had role in territorial development initiatives, from the deployment of the CONSAD Metropolitano Sul, but this is inactive according to the legal challenges of coordination between the government and civil spheres and the lack of representation and organization of family farming society. The SAN management in the municipality has established itself as the articulation of space that strengthens SAN actions in the areas of: a) food production, b) donating food and offering meals, c) nutritional assessment and nutrition education, d) programs social, and e) transfer income. The research highlighted the importance of indicators of rural areas for the formulation of policies that address the SAN rural diversity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/109264
Arquivos Descrição Formato
000947009.pdf (2.537Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.