Repositório Digital

A- A A+

A evolução do pensamento em estratégia marítima : paradigmas para a formulação e implementação de políticas marítimas

.

A evolução do pensamento em estratégia marítima : paradigmas para a formulação e implementação de políticas marítimas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A evolução do pensamento em estratégia marítima : paradigmas para a formulação e implementação de políticas marítimas
Autor Nothen, Maurício Reis
Orientador Duarte, Érico Esteves
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais.
Assunto Brasil
Estratégia
Política marítima
Segurança nacional
[en] Command of the Sea
[en] Control of the Sea
[en] Maritime policy
[en] Maritime strategy
[en] Sea power
Resumo A presente dissertação tem como objetivo endereçar a relação existente entre a formulação teórica em estratégia marítima e o surgimento de paradigmas de desenvolvimento de políticas marítimas diversos, quais sejam de Supremacia Marítima e Segurança Marítima. Nesse sentido, o trabalho discorre sobre a evolução do pensamento estratégico marítimo argumentando que esta evolução do pensamento na conceituação, elaboração e refinamento dos elementos que constituem o Poder Marítimo e a Estratégia Marítima, permitiram a multiplicação de abordagens, e o estabelecimento de paradigmas para a implementação de políticas marítimas diferentes, especificas às necessidades e objetivos dos diferentes atores, que por sua vez, remetem às abordagens conceituais e teóricas. Para isto o trabalho percorre e organiza cronologicamente o desenvolvimento do pensamento em Estratégia Marítima desde o final do século XIX, até a atualidade, definido pelo recorte temporal (1890-2013). Em seu segundo momento o trabalho discorre, através da depuração e análise de casos das formulações políticas marítimas desenvolvidas em uma série definida de países em dois recortes temporais, quais sejam, EUA e URSS na Guerra Fria (1945-1980), e EUA, China e Austrália no pós- Guerra Fria (2000-2013), inferir as relações entre a formulação política empírica e suas raízes conceituais. O trabalho conclui que há uma relação direta entre a implementação de políticas marítimas com autores e conceitos específicos da Estratégia Marítima, sendo possível o estabelecimento de Paradigmas múltiplos para a interpretação e orientação da formulação e desenvolvimento de políticas marítimas.
Abstract This dissertation aims to address the relationship between the theoretical formulation in maritime strategy and the development of paradigms for different maritime policies, namely Maritime Supremacy and Maritime Security. In this sense, the work discusses the development of maritime strategic thinking arguing that the evolution of thinking in the conceptualization, development and refinement of the elements that constitute the Sea Power and Maritime Strategy, allowed the proliferation of approaches, and the establishment of paradigms for the implementation different maritime policies for specific needs and objectives of the different stakeholders, which in turn, refer to the conceptual and theoretical approaches. To do that, this essay studies and chronologically organizes the development of the maritime strategy thinking since the late nineteenth century to the present, defined by the time frame (1890-2013) . On a second part the paper discusses, through case analysis of maritime policy formulations developed in a defined number of countries in two time frames, namely , the U.S. and USSR during the Cold War (1945-1980) , and the U.S., China and Australia in the post-Cold War scenario (2000-2013), to infer the relationships between empirical policy formulation and its conceptual roots. The paper concludes that there is a direct relationship between the implementation of maritime policies with theoretical authors and specific concepts of Maritime Strategy, been possible to establish multiple paradigms to guide the interpretation and orientation for maritime policies’ formulation and development.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/109280
Arquivos Descrição Formato
000948380.pdf (1.526Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.