Repositório Digital

A- A A+

Morfologia dos estágios imaturos e biologia de três espécies de Chinavia orian (Hemiptera, Pentatomidae) e estudo comparado dos ovos de algumas espécies de pentatomídeos ao microscópio eletrônico de varredura

.

Morfologia dos estágios imaturos e biologia de três espécies de Chinavia orian (Hemiptera, Pentatomidae) e estudo comparado dos ovos de algumas espécies de pentatomídeos ao microscópio eletrônico de varredura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morfologia dos estágios imaturos e biologia de três espécies de Chinavia orian (Hemiptera, Pentatomidae) e estudo comparado dos ovos de algumas espécies de pentatomídeos ao microscópio eletrônico de varredura
Autor Matesco, Viviana Cauduro
Orientador Grazia, Jocelia
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Chinavia orian
Estágios imaturos
Microscópio eletrônico de varredura
Pentatomidae : morfologia : ovo
Resumo Apenas uma pequena proporção do número total de espécies descritas para Pentatomidae possui seus ovos ou ninfas conhecidos (cerca de 3,5%). O gênero Chinavia conta com mais de 80 espécies, das quais apenas nove tiveram seus imaturos descritos previamente. O presente trabalho contemplou a descrição e discussão de diversos aspectos da morfologia externa e da biologia dos estágios imaturos de três espécies ainda não estudadas: Chinavia pengue, Chinavia longicorialis e Chinavia musiva. No estágio imaturo, C. pengue compartilha com outras espécies de Chinavia características diagnósticas em nível genérico. A espécie pode ser identificada, no 1o instar, pela coloração laranja-avermelhada da mancha na cabeça e tórax e pelas manchas abdominais brancas. No 2o ao 5o ínstares, uma característica exclusiva de C. pengue é a coloração laranja-avermelhada das manchas do tórax e das placas abdominais laterais. Vagens de feijão mostraram-se um alimento adequado para a criação da espécie em laboratório; a fase imatura dura cerca de 46 dias. A espécie C. longicorialis também compartilha com as demais espécies neotropicais do gênero várias características morfológicas nos estágios de ovo e ninfa. O reconhecimento específico pode ser feito pela presença de manchas alaranjadas na margem lateral dos segmentos torácicos no 1o instar e pela presença de manchas abdominais brancas divididas pelas pseudo-suturas do abdome a partir do 3o instar. Como já observado em outras espécies de Chinavia e outros gêneros de pentatomídeos, ocorrem formas claras e escuras nos ínstares finais (3o ao 5o). Pelas características do estágio ninfal, sugere-se que a espécie seja próxima a C. abnormis e C. herbida. O estágio imaturo dura, em média, 39 dias; vagens de feijão não constituem um alimento adequado para as ninfas dessa espécie. A espécie C. musiva apresenta características morfológicas únicas em todos os estágios do desenvolvimento; infere-se que o padrão de coloração possivelmente críptico possa estar relacionado ao hábitat da espécie em ninhos de pássaros. Os ovos não se enquadram no padrão identificado para as demais espécies de Chinavia. As ninfas, em todos os ínstares, podem ser facilmente reconhecidas pelo padrão de coloração variegado do abdome e pelas aberturas das segunda e terceira glândulas abdominais em tubérculos. O estágio adulto é alcançado em cerca de 52 dias; para o desenvolvimento da espécie, hospedeiras silvestres parecem ter papel essencial no desenvolvimento. Quando investigados em microscopia eletrônica de varredura, os ovos de C. pengue, C. longicorialis, C. erythrocnemis e C. obstinata confirmaram o padrão já descrito para o gênero; apenas C. musiva apresenta ovos com padrão de esculturação do cório, forma e número de processos aero-micropilares diferentes. O estudo complementar dos ovos de Edessa meditabunda, Euschistus convergens, E. hansi, E. picticornis, Grazia tincta, Loxa deducta, Odmalea basalis, Pallantia macunaima e Thyanta humilis em MEV permitiu identificar caracteres conservados em nível genérico, comparando-se os resultados obtidos com a literatura disponível. Os ovos das espécies de Edessinae compartilham caracteres diagnósticos; as espécies de Pentatominae não apresentam possíveis características compartilhadas em nível de subfamília ou tribo.
Abstract Just a small proportion of the total number of described species of Pentatomidae has the eggs or nymphs known (about 3,5%). The genus Chinavia includes more than 80 species, of which only nine have the immatures described. This work describes and discusses several aspects of the external morphology and biology of Chinavia pengue, Chinavia longicorialis and Chinavia musiva immature stages. The immatures of C. pengue share, with other Chinavia species, diagnostic characters at the genus level. The species 1st instar can be identified by the orange-red macula in the head and thorax, and the white abdominal maculae. From 2nd to 5th instars, an exclusive feature of C. pengue is the orange-red maculae in thorax and lateral plates of abdomen. Green bean pods were a suitable food source for the laboratory rearing of this species; the immature stage lasts about 46 days. Eggs and nymphs of C. longicorialis also share morphological characters with other neotropical species of the genus. The species recognition can be made, in the 1st instar, by the orange maculae in the lateral margin of thoracic segments, and from the 3rd instar on, by the white abdominal maculae divided by the pseudosutures. As already observed to other Chinavia species and pentatomid taxa, there are light and dark morphs in the last instars (from 3rd to 5th). The immature stage lasts 39 days on average; green bean pods are an unsuitable food source for the nymphs. Considering nymphal characters, it is suggested that C. longicorialis is related to C. abnormis and C. herbida. On the other hand, C. musiva presents unique morphological features in all life stages; the likely cryptic color pattern is possibly related to the bird nest habitat of this species. The egg do not share the pattern found for other species of Chinavia. The nymphs can be easily recognized by the variegated color pattern of the abdomen, and by the openings of the second and third abdominal glands in tubercles. In this species, the adult stage is reached in about 52 days; wild hosts seem to play a crucial role in nymphal development. When investigated under scanning electron microscopy (SEM), C. pengue, C. longicorialis, C. erythrocnemis and C. obstinata eggs showed the same pattern described for the genus; only C. musiva presents a different pattern of chorion sculpture and aero-micropylar process number and shape. The complementary study of the eggs of Edessa meditabunda, Euschistus convergens, E. hansi, E. picticornis, Grazia tincta, Loxa deducta, Odmalea basalis, Pallantia macunaima and Thyanta humilis in SEM allowed the identification of conserved characters at the genus level, when compared with those available in the literature. Eggs of the Edessinae share diagnostic characters; shared characters at subfamily or tribe level could not be found for the eggs of the Pentatominae.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10932
Arquivos Descrição Formato
000597553.pdf (1.907Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.