Repositório Digital

A- A A+

A vulnerabilidade externa da economia brasileira : 1990- 2010

.

A vulnerabilidade externa da economia brasileira : 1990- 2010

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A vulnerabilidade externa da economia brasileira : 1990- 2010
Autor Cameira, Eliana Marchioni
Orientador Milan, Marcelo
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] External insertion
[en] External opening
[en] External vulnerability
[en] International political economics
[en] Neoliberalism
Resumo Este trabalho analisa as mudanças na política de inserção externa brasileira e a evolução do grau de vulnerabilidade internacional do país dado a intensificação do processo de globalização e o advento do Neoliberalismo no sistema econômico mundial, abrangendo o período entre 1990-2010. O estudo tem como base a abordagem da Economia Política Internacional, um método de análise que considera o poder como questão central e cujo foco é a dinâmica do sistema econômico internacional dentro de suas diversas esferas e dimensões. Foi realizada uma análise de caráter histórico-qualitativo do novo padrão de inserção externa adotado pelo Brasil a partir do seu processo de abertura externa no início da década de 1990 e a forma pela qual as políticas econômicas implementadas por cada governo até hoje, dentro do âmbito das relações econômicas internacionais, influenciaram os níveis e tipos de fragilidades externas que o país possui. Uma avaliação empírica quanto à progressão das contas externas brasileiras durante o período complementa o estudo. Conclui-se que o Brasil possui, de fato, uma elevada e persistente vulnerabilidade externa, principalmente estrutural, subordinando o país à dinâmica dos fluxos financeiros e comerciais da economia mundial e comprometendo a execução efetiva de um plano de desenvolvimento nacional a longo prazo.
Abstract This work analyzes the changes in the Brazilian external insertion and the development of the level of nation’s international vulnerability due to the intensification of the globalization process and the advent of the neoliberal ideology in the global economic system, covering the period from 1990-2010. This study is based on the approach of International Political Economy, a method of analysis which considers power as a central element and whose focus lies on the dynamics of the international economic system and its distinct spheres and dimensions. A historical and qualitative analysis was made on the new form of external insertion adopted by Brazil since the beginning of its process of external opening and the manner in which the economic policies implemented by each government to date, within the realm of the international economic relations, influenced the degrees and types of external economic vulnerabilities that the nation possesses. An empirical assessment regarding the progression of the Brazilian external accounts during the period complements the study and permits to conclude that Brazil does, in fact, have a high and persistent external vulnerability, subordinating the country to the dynamics of the financial and trade flows in the world economy and undermining the effective implementation of a long term national development plan.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109389
Arquivos Descrição Formato
000935154.pdf (1.267Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.