Repositório Digital

A- A A+

As empresas públicas e o estado desenvolvimentista : uma análise da contribuição das empresas públicas para o processo de desenvolvimento econômico da Coreia do Sul e do Brasil

.

As empresas públicas e o estado desenvolvimentista : uma análise da contribuição das empresas públicas para o processo de desenvolvimento econômico da Coreia do Sul e do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As empresas públicas e o estado desenvolvimentista : uma análise da contribuição das empresas públicas para o processo de desenvolvimento econômico da Coreia do Sul e do Brasil
Autor Macalós, João Pedro Scalco
Orientador Herrlein Junior, Ronaldo
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Brasil
[en] Corea del Sur
[en] Empresas públicas
[en] Estado desarrollista
Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar a racionalidade da intervenção do Estado na economia através das empresas públicas, como instrumento de política de desenvolvimento. Para tanto, é feita uma análise dessa racionalidade sob distintos enfoques teóricos, com ênfase na abordagem da Economia Política Institucionalista. Em seguida, analisamos o caso sul-coreano, a partir de uma resenha de seu desenvolvimento histórico, para então estudar as relações das empresas públicas com o desenvolvimento econômico durante o governo Park. As empresas públicas na Coreia do Sul se destacam por seus encadeamentos com a economia, capacidade de investimento e pelo controle do crédito. Estudo semelhante é feito para o caso brasileiro, e verificamos que as empresas públicas foram fundamentais para o desenvolvimento econômico, principalmente a partir de seus encadeamentos para trás e pela oferta de crédito de longo prazo. Com a crise da dívida externa, as empresas públicas brasileiras foram centrais na engrenagem da estatização da dívida externa. Finalmente, encerramos com uma comparação dos dois casos, indicando semelhanças e diferenças, e mostramos que fatores históricos e estruturais da sociedade sul-coreana fizeram com que este Estado utilizasse as empresas públicas como instrumento de política de desenvolvimento com maior eficácia.
Abstract Ese trabajo tiene como objetivo analizar la racionalidad de la utilización de las empresas públicas como instrumento de la intervención estatal para lograr éxito en sus políticas de desarrollo. Para eso, hemos hecho un análisis de esa racionalidad según distintos abordajes teóricos, con énfasis en la Economía Política Institucionalista. Después, analizamos el caso sur-coreano, a partir de una reseña de su desarrollo histórico, para ahí estudiar las relaciones de las empresas públicas con el desarrollo económico en el gobierno de Park. Las empresas públicas se destacaron en Corea del Sur por sus encadenamientos con la economía, capacidad de inversión y por el control del crédito. Estudio semejante es hecho para el caso brasileño, y verificamos que las empresas públicas fueran esenciales para el desarrollo económico de este país, principalmente por sus encadenamientos para tras y por la oferta de crédito de largo plazo. Con la crisis de la deuda externa, las empresas públicas brasileñas fueran centrales en el engranaje de la estatización de la deuda externa. Finalmente, encerramos con una comparación de los dos casos, indicando sus semejanzas y diferencias, y mostramos que factores históricos y estructurales de la sociedad sur-coreana hicieron con que su Estado utilizase las empresas públicas como instrumento de política de desarrollo con mayor eficacia.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109399
Arquivos Descrição Formato
000935371.pdf (1.038Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.