Repositório Digital

A- A A+

Padrões estruturais de uma paisagem fragmentada no planalto médio do Rio Grande do Sul : efeitos sobre a riqueza e diversidade de espécies arbóreas

.

Padrões estruturais de uma paisagem fragmentada no planalto médio do Rio Grande do Sul : efeitos sobre a riqueza e diversidade de espécies arbóreas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Padrões estruturais de uma paisagem fragmentada no planalto médio do Rio Grande do Sul : efeitos sobre a riqueza e diversidade de espécies arbóreas
Outro título Structural patterns of a fragmented landscape in Planalto Médio of Rio Grande do Sul : effects on diversity and richness of woody species
Autor Mattei, Greice
Orientador Porto, Maria Luiza
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Árvores
Dispersão
Diversidade vegetal
Regeneração
Rio Grande do Sul
Resumo Os padrões estruturais da paisagem constituem o resultado do processo de fragmentação e perda de habitas. Em ambientes fragmentados a composição e riqueza de espécies nos remanescentes dependem em grande parte dos processos de colonização e extinção, conforme as teorias de biogeografia de ilhas e metapopulações. Este trabalho objetivou avaliar a influência da área, da forma e do isolamento dos fragmentos sobre a diversidade, a riqueza total e a riqueza nas categorias de dispersão e de regeneração de espécies arbóreas regenerantes. Amostraram-se 16 fragmentos de Floresta Ombrófila Mista com características geomorfológicas, sucessionais e grau de perturbação antrópica semelhantes. As relações entre área, forma e isolamento e as variáveis-resposta foram realizadas através de regressão linear e as relações entre distância geográfica entre fragmentos e similaridade florística através do teste de Mantel. A área e a forma do fragmento não influenciaram significativamente a riqueza e a diversidade de espécies. O isolamento, quando medido através da distância ao fragmento mais próximo, teve efeito negativo significativo sobre a diversidade, a riqueza total, a riqueza de secundárias tardias e de zoocóricas. Isso está relacionado à predominância desta categoria de dispersão entre as espécies amostradas, sendo estas favorecidas pelo menor isolamento entre fragmentosem função da maior capacidade de dispersão, o que, conseqüentemente, favorece a colonização de espécies nos fragmentos. O estrato arbóreo regenerante constitui um bom indicativo dos efeitos estruturais da paisagem sobre a vegetação. Em função do período decorrente desde a fragmentação ser longo, as populações desse estrato desenvolveram-se historicamente isoladas, sendo resultado dos padrões estruturais atuais, dado pela recolonização de espécies que ali chegaram pela dispersão de diásporos vindos de outros ambientes remanescentes. O isolamento foi o padrão estrutural que apresentou maior relação com a riqueza e a diversidade de espécies.
Abstract The structural patterns of the landscape constitute the result of the fragmentation process and habitat loss. In fragmented environments, the composition and richness of species in the remnants to a large extent depend on the processes of colonization and extinction, according to the island biogeography and metapopulation theories. This work aims to evaluate the influence of area, shape and isolation of fragments on the diversity, total richness and species richness of dispersion syndromes and regeneration guilds. Fragments with similar characteristics such us geomorphology, successional stage and anthropogenical disturbance degree were sampled. The relationships among area, shape and isolation and the response variables were assessed through linear regression. The relationships between geographic distance between fragments and floristic similarity were evaluated through Mantel test. Area and shape of fragment didn’t have significant effects on species richness and diversity. The isolation, when measured through the distance to the nearest fragment, was the structural pattern that presented the greatest relationship with species richness and diversity. This is related to the fact that most species were zoochorous, being these favored by the lower isolation between fragments, higher capacity of dispersion, which, consequently, favors the recolonization of species in the fragments.The regeneranting component constitutes a good indicator of effects of structural landscape on the vegetation. Due to the long period since fragmentation, the populations of this component have been developed historicaly isolated, being the result of the current structural patterns of the landscape. For instance, the regeneration component may be associated to the colonization of species that had arrived due to the dispersion of diasporous that come from other habitat remnants. The isolation was the structural pattern that had the higher influence on species richness and diversity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10951
Arquivos Descrição Formato
000600105.pdf (287.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.