Repositório Digital

A- A A+

Ecologia da comunidade de diatomáceas epilíticas em trecho impactado por psicultura no curso superior do Rio das Antas (São José dos Ausentes, RS)

.

Ecologia da comunidade de diatomáceas epilíticas em trecho impactado por psicultura no curso superior do Rio das Antas (São José dos Ausentes, RS)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ecologia da comunidade de diatomáceas epilíticas em trecho impactado por psicultura no curso superior do Rio das Antas (São José dos Ausentes, RS)
Autor Schneck, Fabiana
Orientador Schwarzbold, Albano
Co-orientador Torgan, Lezilda Carvalho
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Antas, Rio das (RS)
Biomonitoramento
Eutrofizacao
Perifíton
São José dos Ausentes (RS)
[en] Biomonitoring
[en] Eutrophication
[en] Indicator species
[en] Periphyton
Resumo As diatomáceas constituem um dos grupos de algas mais representativos nas comunidades perifíticas, exercem importante papel como produtoras primárias em ambientes lóticos de baixa ordem e são consideradas boas indicadoras ambientais, sendo utilizadas no biomonitoramento de ecossistemas aquáticos. Porém, as informações existentes sobre a estrutura das comunidades de diatomáceas epilíticas em rios brasileiros são ainda muito escassas, especialmente em riachos de altitude. Assim, objetivou-se determinar a estrutura da comunidade de diatomáceas epilíticas em um riacho de altitude no Rio Grande do Sul impactado por atividade de piscicultura. De julho de 2005 a fevereiro de 2006 foram coletadas, mensalmente, amostras de diatomáceas sobre seixos e feitas medições de uma série de variáveis ambientais, em quatro estações amostrais, sendo duas a montante e duas a jusante da piscicultura, em trecho de 3a. ordem do Rio das Antas, município de São José dos Ausentes, a uma altitude de aproximadamente 1000 m. A análise quantitativa das diatomáceas foi realizada com material fixado, sob microscópio invertido, considerando a viabilidade das células, sendo posteriormente preparadas lâminas permanentes para identificação dos táxons. A comunidade de diatomáceas epilíticas esteve representada por 48 táxons e os resultados demonstraram a ocorrência de um gradiente de impacto associado aos efluentes da piscicultura, com significativo incremento nos teores de nutrientes e sólidos totais a jusante. A comunidade de diatomáceas respondeu ao enriquecimento trófico através de uma nítida substituição de espécies características de ambientes oligotróficos por espécies indicadoras de ambientes eutróficos. A Análise de Espécies Indicadoras identificou nove espécies que puderam ser separadas em dois grupos. Gomphoneis rhombica, Navicula angusta e Planothidium frequentissimum indicaram ambientes pouco impactados, com baixa disponibilidade de nutrientes, pouca quantidade de sólidos totais e baixa turbidez. Já Luticola goeppertiana, Melosira varians, Nitzschia palea, Gomphonema parvulum, Navicula cryptotenella e Psammothidium subatomoides indicaram águas eutróficas. Assim, as diatomáceas epilíticas demonstraram ser uma útil ferramenta no biomonitoramento de impactos causados por eutrofização.
Abstract Diatoms are one of the most representative groups of algae in periphytic communities, acting as important primary producers in low order streams. They are considered good environmental indicators, being widely used in freshwater ecosystems biomonitoring. However, informations about the ecology and structure of epilithic diatom communities in brazilian streams is still very scarce, especially in altitudinal streams. The aim of this study is to evaluate the structure of epilithic diatom community in an altitudinal stream located in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, impacted by fish farm effluents. Antas River is a third order stream at the study sites, and is located at Campos de Cima da Serra, the highest region of Rio Grande do Sul. Epilithic diatoms and physical and chemical variables of the water were sampled monthly, from July 2005 to February 2006, in four sample stations. Two sample stations were located upstream the fish farm and the other two were downstream. Diatoms were counted under an inverted microscope for observing cells viability, and permanent slides were prepared for further identification. Diatom community was represented by 48 taxons and the results had shown a pollution gradient along the stream, with significant increase of nutrients and total solids concentrations downstream the fish farm. Diatom community has answered to the trophic enrichment through a clear change in density and species composition. Typical oligotrophic species were substituted for eutrophic ones. Indicator Species Analysis identified nine indicator species that can be distinguished in two groups. Gomphoneis rhombica, Navicula angusta and Planothidium frequentissimum, indicated environments with less anthropogenic impacts, characterized by low nutrient and total solid concentrations. Yet Luticola goeppertiana, Melosira varians, Nitzschia palea, Gomphonema parvulum, Navicula cryptotenella and Psammothidium subatomoides had indicated eutrophic waters. Thus, epilithic diatoms had demonstrated to be a useful tool for biomonitoring impacts caused by eutrophication.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10954
Arquivos Descrição Formato
000600639.pdf (749.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.