Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da atividade antifúngica de metabólicos produzidos por actinomicetos no controle do crescimento de leveduras de ambiente aquático

.

Avaliação da atividade antifúngica de metabólicos produzidos por actinomicetos no controle do crescimento de leveduras de ambiente aquático

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da atividade antifúngica de metabólicos produzidos por actinomicetos no controle do crescimento de leveduras de ambiente aquático
Autor Milagre, Luciana Pasqualini
Orientador Van der Sand, Sueli Terezinha
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Actinobacteria
Ambiente aquático
Antifungicos
Leveduras
Resumo Em ambientes aquáticos encontram-se diferentes populações de leveduras que constituem uma comunidade altamente diversa. Nesta comunidade, entre as espécies encontradas, há patógenos oportunistas associados a doenças humanas. Muitas das espécies causam infecções invasivas podendo apresentar risco de morte. Além disso, tem sido relatado um número cada vez maior de microorganismos resistentes aos antifúngicos mais utilizados na clínica. As actinobacterias são conhecidas pela expressiva produção de metabólitos secundários, podendo ser uma fonte de novos antifúngicos com atividade contra leveduras patogênicas e resistentes. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação antifúngica de extratos produzidos pelos isolados de actinomicetos R18(6), 6(2) e 6(4), no controle do crescimento de nove isolados de leveduras de ambiente aquático. Realizou-se o teste de difusão dos metabólitos de actinomicetos adicionando-se 100 μL em poços de 9 mm em placas de cultivo, e foi avaliada a formação de halos de inibição de crescimento das leveduras. Após foi realizado o teste da concentração inibitória mínima (CIM) com os extratos centrifugados e extratos brutos, assim chamados após ter sido feita uma extração com acetato de etila. Compostos resultantes do metabolismo do isolado R18(6) inibiram 73% do total de leveduras no teste de difusão em ágar e duas delas (18%) foram inibidas pelos compostos presentes nos extratos obtidos dos três isolados de actinomicetos. Todas as leveduras testadas apresentaram halos de inibição para pelo menos um dos extratos utilizados. O isolado R18(6) apresentou melhor inibição no CIM com o extrato centrifugado, enquanto os isolados 6(4) e 6(2) foram mais efetivos com os extratos brutos, inibindo todas as leveduras testadas em pelo menos uma das concentrações do CIM. Foi observado que os extratos de actinomicetos possuem compostos com atividade antimicrobiana às leveduras de ambiente aquático testadas neste estudo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109728
Arquivos Descrição Formato
000950037.pdf (2.920Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.