Repositório Digital

A- A A+

Associação de enriquecimento ambiental e design de recintos com o bem-estar dos animais do zoológico municipal de Canoas

.

Associação de enriquecimento ambiental e design de recintos com o bem-estar dos animais do zoológico municipal de Canoas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação de enriquecimento ambiental e design de recintos com o bem-estar dos animais do zoológico municipal de Canoas
Autor Lipinski, Gustavo Pistelli
Orientador Cruz, Claudio Estevao Farias da
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Animais silvestres
Bem-estar animal
Bugio-ruivo
Enriquecimento ambiental
Graxaim-do-campo
Graxaim-do-mato
Zoologico
[en] Canoas municipal zoo
[en] Capuchin monkeys
[en] Environmental enrichment
[en] Fox
[en] Red-howler
[en] Welfare
Resumo O bem-estar animal deve ser, permanentemente, promovido em qualquer sistema de manutenção de animais, em especial, naqueles que incluem animais silvestres. A manutenção da saúde psicológica, nutricional, comportamental e ambiental tem importância comparada a da saúde física. Portanto, o trabalho realizado no zoológico municipal de Canoas (ZMC), inclui, fequentemente aspectos de enriquecimentos ambientais. O enriquecimento ambiental surgiu em biotérios e foi utilizada após em jardins zoológicos, com o objetivo de melhorar a vida dos animais cativos através de meios físicos. Porém, não necessariamente um local bem enriquecido gera por si só bem-estar. Deve haver uma harmonia entre estrutura do recinto, enriquecimento ambiental e manejo do animal. O bem-estar é um conceito almejado pelo empreendimento, devendo-se analisar se as ações de enriquecimento ambiental realizadas, o manejo e as estruturas são efetivos. Esse trabalho avalia métodos de promoção de bem-estar em três recintos estabelecidos no ZMC no zoológico, nos quais estão alojados Graxains (Cerdocyon thous e Lycalopex gymnocercus), Macacos-prego (Sapajus sp.) e Bugios-ruivo (Alouatta guariba Clamitans). O presente estudo as exigências legais para cada espécie e o conceito das cinco liberdades: ambiental, comportamental, sanitária, psicológica e nutricional. Para avaliação do bem-estar nos diferentes recindos do ZMC, vinte e cinco critérios foram adotados e outros sistemas de cativeiros silvestres dno RS foram escolhidos para comparação. Os dados obtidos foram através de contato com os responsáveis técnicos empreendimentos. A partir dos resultados obtidos foi possível perceber que o ZMC apresenta uma aparente superioridade quanto ao bem-estar para os recintos dos graxains e dos bugios, sendo que este último foi equivalente ao dos outro cinco cativeiros. Já para o recinto dos macacos-prego, demonstra uma inferioridade no bem-estar. A análise destes resultados é importante para avaliar pontos em que se deve realizar melhorias, e ressaltar a importância do enriquecimento ambiental, ambientação e boas técnicas de manejo, visto que estes contribuem para o aparente bem-estar dos animais estudados do ZMC.
Abstract Animal welfare is an ongoing search within captivity of wild animals. The maintenance of psychological, nutritional, behavioral and environmental health is as important as physical health. The work done in Canoas Zoo (CZ) is continuous and dynamic, with the extremely common modifications and environmental enrichments. Environmental enrichment as a concept started in vivarium and after in zoos to improve the lives of captive animals by physical means. However, not necessarily a wellenriched captivity provides welfare. There must be a harmony between enclosure structure, environmental enrichment and animal management. The wellness is a target by the project, and environmental enrichment actions take ,management and structures must be evaluated for effectiveness. This work includes a method of evaluating the welfare in three enclosures present at the zoo, in which there were kept foxes (Cerdocyon thous and Lycalopex gymnocercus), Capuchin monkeys (Sapajus sp.) and Red-Howler (Alouatta Clamitans). This study considered the legal requirements for each species and the concept of the five freedoms: environmental, behavioral, health, psychological and nutrition. Twenty five critetire were defined and other captivities of wild animals in RS werer chosen for comparisons purposes. This made it possible to analyse failures and determine solutions, being capable of implementation not only in the enterprise in focus, as well in other environments in which these three species have also being managed. Contacting the responsible technicians of the enterprises, the data were taken. From the results, an apparent superiority of CZ as welfare were seen in to the precincts of foxes and howler monkeys and the last one was equivalent to that other five captivity. As for the enclosure of capuchin monkeys, demonstrates and inferiority on welfare. The analysis of these results is important to assess the points which to make improvements, and highlight the environmental enrichment, ambiance and good management as an important works, as these contribute to the apparent welfare of the animals sutdied at CZ.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109976
Arquivos Descrição Formato
000952071.pdf (1.133Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.