Repositório Digital

A- A A+

Caracterização do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores enzimáticos de frangos de corte acometidos com Miopatia Dorsal Cranial (MDC)

.

Caracterização do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores enzimáticos de frangos de corte acometidos com Miopatia Dorsal Cranial (MDC)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização do músculo anterior latissimus dorsi e avaliação de marcadores enzimáticos de frangos de corte acometidos com Miopatia Dorsal Cranial (MDC)
Autor Hamerski, Ana Carina Matos
Orientador Kindlein, Líris
Co-orientador Sesterhenn, Renata
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Estereologia
Fibras musculares
Miopatia dorsal cranial : Frangos de corte
Tecido conjuntivo : Patologia
[en] Connective tissue
[en] Enzyme markers
[en] Miopathy
[en] Muscle fiber
[en] Stereology
Resumo Os ciclos de criação de frangos de corte se tornam cada vez mais curtos, e pesquisas científicas são realizadas continuamente para auxiliar o desenvolvimento de novos mecanismos para o melhor crescimento dos animais e rendimento de carcaças. Com isso, novas patologias surgem associadas à velocidade de crescimento do tecido muscular, as quais necessitam de descobertas sobre as possíveis origens, podendo auxiliar na criação dos frangos de corte, sempre visando a garantia da qualidade da carne. A miopatia dorsal cranial (MDC), de etiologia desconhecida, apresenta microscopicamente alterações como presença de hialinização e de necrose flocular nas lesões predominantes. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar as características histológicas, quantitativas e qualitativas, das fibras musculares do músculo anterior latissimus dorsi (ALD) acometido ou não pela MDC, assim como quantificar marcadores enzimáticos séricos visando verificar o envolvimento sistêmico desta patologia. Para isto, foram coletados 48 músculos ALD procedentes de frangos de corte da linhagem Cobb 500 submetidos a três dietas distintas. Nos 35 e 42 dias de idade, aleatoriamente, abateram-se os animais, sendo coletados oito (8) animais por tratamento, dos quais metade era acometidos pela MDC e a outra metade era controle. Além disto, foram coletadas amostras de sangue para análises dos marcadores enzimáticos séricos (aspartato aminotransferase (AST), creatina quinase (CK), lactato desidrogenase (LDH), alanina aminotransferase (ALT) e gamaglutamiltransferase (GGT), além de quantificar o nível de ácido úrico e de creatinina). Na avaliação histopatológica, os resultados demonstraram haver diferenças no volume parcial de tecido conjuntivo (Vvc, %) e no volume parcial de tecido muscular (Vvm, %) entre as idades e as diferentes dietas. Verificou-se também que diversas alterações surgiram nas fibras lesionadas, como áreas de necrose com hipercontração moderada de miofibrilas e fragmentação citoplasmática. Bem como, as fibras musculares necróticas se apresentaram entremeadas com abundante quantidade de tecido conjuntivo; já os marcadores enzimáticos séricos não demonstraram nenhuma diferença significativa entre idades, dietas e presença/ausência da MDC, sugerindo ser uma lesão de nível local. Conforme os resultados desta pesquisa pode-se concluir que as fibras dos músculos afetados demonstram uma cronicidade das alterações, podendo estar relacionada a um processo degenerativo.
Abstract Creation cycles are becoming shorter, and scientific researches are carried out continuously to assist the development of new mechanisms for better animal growth and performance carcasses. Consequently, new disorders arise associated with the growth rate of muscle tissue, which require findings about the possible sources, helping in creation of broilers, always aiming to guarantee the quality of meat. The cranial dorsal myopathy (MDC), with unkown etiology, has microscopic changes as the presence of hyalinization and flocculate necrosis the predominant lesions. Therefore, the aim of this study was to evaluate the histological characteristics, quantitative and qualitative, of muscle fibers of anterior latissimus dorsi (ALD) muscles due to the presence of the MDC, and to quantify the serum enzymes chosen by checking the systemic involvement of this pathology. For this, we collected 48 ALD muscles coming from broilers of Cobb 500 subjected to three different diets. When they were 35 and 42 days old, randomly, they were slaughtered, being collected eight (8) animals per treatment, half of which was affected by MDC and the other half was normal. In addition, blood samples were collected for serum enzyme markers analysis (aspartate aminotransferase (AST), creatine kinase (CK), lactate dehydrogenase (LDH), alanine aminotransferase (ALT), gamma glutamyl transferase (GGT), uric acid and creatinine). In the histological evaluation, the results showed that there were differences in the partial volume of connective tissue (Vvc, %) and partial volume of muscle tissue (Vvm, %) between the ages and the different diets. It was also found that various changes appeared in the damaged fibers such as necrotic areas with moderate hypercontraction myofibrils and cytoplasmic fragmentation. Furthermore, the necrotic muscle fibers showed intermingled with large quantities of connective tissue; already serum enzyme markers showed no significant difference. According to results of this research, it can be concluded that the fibers of the affected muscles show a chronic changes, possibly due to a degenerative process.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109984
Arquivos Descrição Formato
000952049.pdf (1.197Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.