Repositório Digital

A- A A+

O uso de terapias biológicas no tratamento de endometrite persistente pós cobertura e endometrose em éguas

.

O uso de terapias biológicas no tratamento de endometrite persistente pós cobertura e endometrose em éguas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O uso de terapias biológicas no tratamento de endometrite persistente pós cobertura e endometrose em éguas
Autor Flach, Maria Luísa
Orientador Mattos, Rodrigo de Costa
Co-orientador Schmitt, Frederico Lança
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Células-tronco
Endometriose
Reproducao animal : Endometrite
Reproducao animal : Equinos
Terapias biologicas
[en] Biologic therapies
[en] Endometritis
[en] Endometrosis
[en] Mare
[en] Stem cells
Resumo A equinocultura é uma atividade com alto crescimento dentro do agronegócio brasileiro a qual gera milhares de empregos diretos e indiretos e se consolida como uma importante atividade econômica e social. A fertilidade da fêmea da espécie equina é influenciada por vários fatores, sendo que o complexo endometrite-endometrose é uma das principais causas de infertilidade na égua. Sendo assim, é também uma importante causa de prejuízos para criadores. A endometrite persistente pós cobertura é a categoria de endometrite mais comum e se estabelece por uma continuidade da reação inflamatória fisiológica que acontece no endométrio após a monta/inseminação artificial. O tratamento comumente proposto para essa patologia é a lavagem uterina a qual retira produtos da inflamação e estimula o útero à limpeza mecânica. O uso de terapias biológicas para essa patologia vem sendo empregado pois células tronco, plaquetas e leucócitos infundidos no útero auxiliam no combate ao processo inflamatório persistente aumentando a qualidade de fagocitose de polimorfonucleares e a quimiotaxia do tecido. Já a endometrose, é um processo crônico no qual as glândulas uterinas ficam circunscritas por tecido fibroso, comprometendo sua função e a capacidade da fêmea de levar uma gestação à termo. Antes do uso de terapias biológicas, não se tinha um tratamento efetivo para essa patologia. Atualmente, com o uso de células tronco, a vida reprodutiva de fêmeas da espécie equina pode ser aumentada pois essas células têm capacidade de regeneração tecidual e mostraram ótimos resultados quando aplicadas no útero de éguas com endometrose.
Abstract The equine industry is an activity with high growth in the Brazilian agribusiness with generates thousands of direct and indirect jobs and consolidates as an important economic and social activity. The female fertility of the equine species is influenced by many factors, and the endometritis-endometrosis complex is a major cause of infertility in the mare. Thus, it is also an important cause of loss to farmers. The persistent mating-induced endometritis is the most common category of endometritis and settles for a continuum of physiological inflammatory reaction occurring in the condition is uterine flushing which removes products of inflammation and stimulates the uterus to mechanical cleaning. The use of biological therapies for this condition have been employed as stem cells, platelets and leukocytes infused into the uterus help in combating the persistent inflammatory process by increasing the quality of phagocytosis of polymorphonuclear and chemotaxis of tissue. Already endometrosis is a chronic process in which the uterine glands are circumscribed by fibrous tissue, compromising its function and the ability of the female to lead a pregnancy to term. Before the use of stem cells, reproductive life of the female equine species can be increased because these cells have the capacity to tissue regeneration and showed good results when applied in the uterus of mares with endometrosis.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/110011
Arquivos Descrição Formato
000951578.pdf (510.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.