Repositório Digital

A- A A+

Estudo anatomopatológico e epidemiológico de casos de granuloma leproide canino diagnosticados pelo setor de Patologia Veterinária da UFRGS

.

Estudo anatomopatológico e epidemiológico de casos de granuloma leproide canino diagnosticados pelo setor de Patologia Veterinária da UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo anatomopatológico e epidemiológico de casos de granuloma leproide canino diagnosticados pelo setor de Patologia Veterinária da UFRGS
Autor Strey, Fabiana Wurster
Orientador Sonne, Luciana
Co-orientador Pavarini, Saulo Petinatti
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Granuloma lepróide canino
Imunohistoquímica
Patologia veterinaria : Caes
Resumo O granuloma leproide canino (GLC) é uma doença micobacteriana incomum que cursa com lesão nodular, cutânea ou subcutânea, tipicamente auto limitante, decorrente de infecção por Mycobacterium, com patogenia ainda não bem elucidada e mais relatada em países de clima tropical. É uma enfermidade de ocorrência incomum. Trata-se da mais comum micobacteriose em caninos na Austrália, e, provavelmente, subdiagnóstica em outros países. O objetivo deste trabalho é caracterizar as alterações microscópicas e epidemiológicas de casos de GLC. Além disso, utilizar exames complementares para demonstração do Mycobacterium sp. na lesão analisada utilizando coloração de Ziehl-Neelsen, imuno-histoquímica e PCR para classificação e sequenciamento da espécie de Mycobacterium circulantes na região. Foram analisados 27 casos de granuloma leproide canino, entre os anos 2005 e 2014 diagnosticados no Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, desses, 21 foram exames histológicos e sete citológicos A raça mais acometida foi Boxer (33,3%), seguida da raça Teckel (11,1%), foi frequente o acometimento de caninos de grande porte (64%) e de pelame curto (96%). Não foi possível estabelecer qualquer padrão de sazonalidade do GLC. As lesões se localizaram anatomicamente no pavilhão auricular na maioria dos casos (93%), constituindo-se de nódulos únicos ou múltiplos, ulcerados ou não. Em nenhum dos casos foi observado acometimento sistêmico. Lesões histológicas seguiram três padrões que variam de nodulares a difusos, com infiltrado granulomatoso/piogranulomatoso com envolvimento de derme superficial e profunda. Diagnóstico definitivo foi realizado através da observação de bacilos pela coloração de Ziehl-Neelsen, demonstrou grande variação na quantidade de bacilos nas lesões, não estando correlacionado estatisticamente ao tipo da lesão nem ao período evolutivo. A imuno-histoquímica foi eficaz em 90% dos casos, e em alguns casos facilitou a identificação de bacilos, porém em dois casos ocorreram resultados negativos mesmo havendo marcação pela coloração de Ziehl-Neelsen. Através da técnica de PCR, 33% dos casos foram positivos, duas sequencias inespecíficas, e demonstrou-se que Mycobacterium murphy foi responsável por 2 casos de GLC e Mycobacterium hodleri em um caso.
Abstract The canine leproid granuloma (CLG) is cutaneous diseases caused by mycobacteria that course with nodular cutaneous or subcutaneous lesion, typically self-limiting, due to Mycobacterium infection, and pathogenesis has not been elucidated. It’s an unusual occurrence of disease, with more reported in tropical countries. Is the most common mycobacterial disease of dogs in Australia , and, probaly, underdiagnosed in most regions of Brazil and the world. The objective of the presente study is describe the epidemiological and histopathological finds of CLG. Furthermore, use additional tests for demonstration of Mycobacterium sp. in the lesion analyzed using Ziehl-Neelsen, immunohistochemical and polymerase chain reaction for classification and genetic sequencing of Mycobacterium species circulating in the region. Were analyzed 27 cases of CLG diagnosed in Setor de Patologia Veterinária of the UFRGS, between 2005 and 2014, 21 were histological examination and seven cytological examination. Boxer dogs were the breed most affected (33,3%), then the dachshund breed (11,1%) affected mainly large size (64%) and short-coated (96%). There was no evidence predilection for occurrence in any time of year. The lesions were localized, in most cases, on the pinna (93%), coprise one or multiple nodules, ulcerated or not. None of the cases was observed systemic involvement. Histopathological finds inclued three patterns of nodular to diffuse, with inflamatory infiltration granulomatous/pyogranulomatous involved dermis superficial and deep. Definitive diagnosis was made by the presence of acid-fast bacilli by Ziehl-Neelsen stain, showing great variation in the number of bacilli in the lesions, not being statistically correlated to the type of injury or the evolutionary period. Immunohistochemistry was effective, and in some cases facilitated the identification of bacilli, but in two cases were negative even with marking by Ziehl-Neelsen staining. The PCR technique was positive em 33,3% of cases, has shown that Mycobacterium murphy was responsible for two cases of GLC and Mycobacterium hodleri by a one case.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/110083
Arquivos Descrição Formato
000952006.pdf (2.186Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.