Repositório Digital

A- A A+

Aproveitamento da água da chuva em uma fábrica de Guaíba

.

Aproveitamento da água da chuva em uma fábrica de Guaíba

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aproveitamento da água da chuva em uma fábrica de Guaíba
Autor Kissmann, Guilherme
Orientador Bravo, Juan Martín
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Devido às condições cada vez mais precárias em se conseguir água com qualidade e em quantidade suficiente para atender diversas atividades exercidas pelo homem, neste trabalho é apresentado um projeto de aproveitamento de água da chuva em uma fábrica de papel de Guaíba, pois é um método que pode solucionar ou amenizar tais problemas. O sistema de aproveitamento de água da chuva foi dimensionado para atender a demanda de 3180 litros por dia para realizar a limpeza da fábrica e banheiros que ocorre todos dias da semana. Por ser uma edificação horizontal com grande área de cobertura para captação de água pluvial, foi possível atender a demanda com apenas uma parte da cobertura total, resultando em uma área de 3840,58 m². Para dimensionar todos componentes de captação e armazenagem foi preciso buscar dados históricos de precipitações diárias para saber as condições de chuva da região. O posto pluviométrico pesquisado foi o Porto Alegre, por ser o mais próximo da fábrica, com dados coletados desde janeiro de 1961 até junho de 2014, com alguns dias sem leitura, resultando em um histórico de quase 49 anos. Após o levantamento das informações necessárias, foram dimensionados os componentes do sistema de aproveitamento de água de chuva que são as calhas, condutores verticais e horizontais, reservatórios e o sistema de recalque. Para definir os volumes dos reservatórios foi utilizado o método da simulação, buscando uma garantia de atendimento considerada satisfatória, sendo assim escolhidos os volumes de 25, 30, 35 e 40m³ com garantias de atendimento de 84,33%, 88,94%, 91.96% e 93,73% respectivamente. Para a filtragem da água coletada pelo sistema foi adotado um filtro PR-300 compatível com a área de cobertura para captação. Também foi projetado o recalque para abastecer o reservatório superior por meio de um conjunto de bombas operando apenas uma por vez. Após a elaboração do projeto foram calculados os custos de todos componentes somando 30% do custo de materiais para mão de obra resultando em valores acima de R$ 64.000,00. No final foram calculados os tempos de retorno dos investimentos considerando a amortização devido à economia no consumo de água e verificou-se que os tempos de retorno foram superiores a 100 anos. Assim se concluiu que o sistema de aproveitamento da água da chuva não é economicamente atrativo, considerando condições atuais, para a fábrica e isso se deve ao fato do custo da água utilizada pela mesma ser muito baixo, apenas R$0,18/m³, porque possuem uma estação de tratamento própria que capta água do Lago Guaíba.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/110128
Arquivos Descrição Formato
000951957.pdf (1.032Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.