Repositório Digital

A- A A+

Aterros instrumentados sobre solos moles : estudo de caso na BR-448

.

Aterros instrumentados sobre solos moles : estudo de caso na BR-448

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aterros instrumentados sobre solos moles : estudo de caso na BR-448
Autor Nietiedt, Juliano Augusto
Orientador Schnaid, Fernando
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo A construção de aterros sobre solos moles trás consigo grandes dificuldades devido à baixa capacidade de suporte desses solos e as incertezas quanto ao seu comportamento. Além das diversas técnicas construtivas existentes para se lidar com os grandes recalques, longos tempos de adensamento e baixa capacidade do material, o acompanhamento contínuo durante sua execução por meio de uma instrumentação de campo é imprescindível para o sucesso da obra. Este trabalho é um estudo de caso dos aterros instrumentados sobre solos moles da rodovia BR-448 (Rodovia do Parque), situada na região metropolitana de Porto Alegre. Construída nas planícies de inundação dos rios Sinos e Gravataí, a rodovia foi inaugurada em dezembro de 2013 com a finalidade de aliviar os longos congestionamentos na BR-116. Através de uma boa campanha de investigações geotécnicas foi possível determinar os parâmetros que regem o comportamento desse solo. Sondagens SPT, ensaios de piezocone, palheta e adensamento são indispensáveis para que se possa projetar e prever o desempenho de obras sobre solos moles. Diversas técnicas construtivas foram aplicadas a esta obra, como a construção por etapas, utilização de bermas de equilíbrio, geogrelhas, geodrenos verticais, construção sobre colunas granulares e também combinações delas. Além das investigações de campo e laboratório foi necessário que se instrumentasse e acompanhasse, de maneira contínua, toda a obra, dado que existem muitas incertezas nas previsões feitas na fase de projeto. A instrumentação de campo, através de medidas de deslocamentos verticais e horizontais, poropressões e distorções, é capaz de prever e denunciar possíveis rupturas, possibilitando medidas corretivas. Através de técnicas de análise aplicadas a dados da instrumentação de campo foi possível verificar a segurança quanto a ruptura e identificar processos mobilizados durante a construção dos aterros sobre solos moles da rodovia.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/110141
Arquivos Descrição Formato
000951987.pdf (3.665Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.