Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das características clínicas, dermatoscópicas e histológicas das lesões primárias dos nevos melanocíticos recorrentes

.

Avaliação das características clínicas, dermatoscópicas e histológicas das lesões primárias dos nevos melanocíticos recorrentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das características clínicas, dermatoscópicas e histológicas das lesões primárias dos nevos melanocíticos recorrentes
Autor Heck, Renata
Orientador Bakos, Renato Marchiori
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Dermoscopia
Lesões
Nevo pigmentado
Nevo pigmentado
[en] Dermatoscopy
[en] Dermoscopy
[en] Melanocytic nevus
[en] Pseudomelanoma
[en] Recurrent nevus
Resumo BASE TEÓRICA: O Nevo recorrente (NR) é uma lesão melanocítica que surge na cicatriz de tratamentos cirúrgicos de um nevo melanocítico benigno prévio, apresentando uma alta prevalência na prática dermatológica diária. A recorrência ocorre principalmente após exéreses por shaving, método cirúrgico muito usado na prática clínica devido ao seu bom resultado estético e simplicidade técnica. Estas lesões podem ser um desafio para o dermatologista devido ao fato de algumas vezes simularem tanto clínica quanto histologicamente o melanoma. OBJETIVOS: Avaliar as características dermatoscópicas da lesão primária, potencialmente relacionadas com a sua recorrência após exérese por shaving. Avaliar também as características clínicas, histológicas e a dermatoscopia do reverso da peça cirúrgica preditoras de recorrência. MÉTODOS: Foi realizada a avaliação clínica, histológica e dermatoscópica de 224 nevos melanocíticos benignos de 61 pacientes antes da sua remoção por shaving. A remoção foi realizada de maneira padronizada e o reverso da peça cirúrgica avaliado também dermatoscopicamente após o procedimento. Após seis meses, os pacientes foram reavaliados quanto à presença de recorrência local. RESULTADOS: Recorrência de nevo foi observada em 59 (30,3%) lesões. No modelo de regressão univariável a presença de nevo recorrente mostrou associação inversa com a idade, sendo que em cada ano de aumento na mesma, há uma redução de 3% na prevalência das recorrências (p<0,001). Houve também associação com o fototipo, sendo os mais altos mais prevalentes (p=0,043). O tipo histológico da lesão primária mais associado com a recorrência foi o composto (p=0,005). Quanto às características dermatoscópicas, a presença de pigmento dermatoscópico no reverso da lesão (p<0,001), a presença de coloração marrom-escura (p=0,025), presença de pontos (p=0,007), presença de pêlo terminal (p=0,040) e presença de hiperpigmentação anular (p<0,001) se correlacionaram com os nevos recorrentes. A presença de um maior número de cores à dermatoscopia, também aumenta a prevalência da recorrência (p=0,002). Por outro lado, a presença de vasos (p=0,008) e presença de vasos lineares (p=0,014) se correlacionaram com a ausência de recorrência. Na análise multivariável a presença de hiperpigmentação anular [RP=3,659 (IC: 2,544 – 5,264) p<0,001] e a idade [PR=0,971 (CI: 0,958 – 0,984) p<0,001] destacam-se como os preditores mais significativos para recorrência. CONCLUSÃO Em cada ano de aumento da idade, a prevalência dos NRs é reduzida em 3%. Descrevemos um novo padrão de pigmentação, onde o pigmento é visto distribuído de forma anular, muitas vezes circundando as estruturas anexiais, que se relaciona a uma maior prevalência de recorrência. As lesões que apresentam este padrão, têm uma prevalência de recorrência 3,66 vezes maior, corrigida para a idade.
Abstract BACKGROUND: Recurrent Nevus (RN) is a melanocytic lesion that arises in a scar after removal of a previous benign melanocytic nevus. Shaving excisions, that are commonly used due to its optimal cosmetic outcomes and technical simplicity, are mostly related with recurrent nevi. Recurrences might be a challenge for the dermatologist due its clinical and histological aspects that might simulate melanomas. OBJECTIVES: This study aimed to evaluate the dermoscopic features observed in primary lesion of recurrent nevi after shaving excision. Additionally, we analyzed clinical and histological features and surgical specimen reverse of these lesions. METHODS: Clinical, histological and dermoscopic evaluation of 224 benign melanocytic nevi from 61 patients, prior to their removal by shaving, was performed. The removal was performed by standard method. Additionally we performed ex-vivo dermoscopy on the reverse of the surgical specimen after the procedure. After six months, patients were reassessed for the presence of local recurrence. RESULTS: Nevus recurrence was observed in 59 (30.3%) lesions. In the univariate regression model the presence of recurrent nevus was inversely associated with age, and in each year of increase in the same, there is a 3% reduction in the prevalence of recurrence (p <0.001). Was also found an association with skin type. Higher skin types are more associated with recurrent nevus (p = 0.043). Regarding histologyc type of the primary lesion, the compound nevus presents de higher prevalence of recurrence (p=0.005). Regarding dermoscopic characteristics, the presence of pigment in the reverse of surgical specimen (p <0.001), the presence of dark brown color (p = 0.025), presence of dots (p = 0.007), the presence of terminal hair (p = 0.040) and the presence of annular hyperpigmentation (p <0.001) correlated with recurrent nevi. The presence of a larger number of colors in dermatoscopy also increases the prevalence of recurrence (p = 0.002). On the other hand, the presence of blood vessels (p = 0.008) and the presence of linear vessels (p = 0.014) correlated with the absence of recurrence. In multivariable analysis, the presence of annular hyperpigmentation [PR=3.659 (CI: 2.544 – 5.264) p<0.001] and age [PR=0.971 (CI: 0.958 – 0.984) p<0.001] remained significant. CONCLUSION: The prevalence of RN is reduced by 3% after each year of increasing age. We describe annular hyperpigmentation, especially around adnexial structures as a novel dermoscopic structure as a predictor of nevi recurrency. The lesions with annular hyperpigmentation have a 3.66 times higher prevalence of RN.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/110226
Arquivos Descrição Formato
000952441.pdf (548.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.