Repositório Digital

A- A A+

Os Rincossauros do Rio Grande do Sul

.

Os Rincossauros do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os Rincossauros do Rio Grande do Sul
Autor Barros, Rodrigo Carrilho do Rêgo
Orientador Schultz, Cesar Leandro
Data 2004
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Paleontologia : Rio Grande do Sul
Rincossauros : Rio Grande do Sul
[en] Hyperodapedontidae
[en] Rhynchosaurs phylogeny
[en] Santa Maria Formation
[en] Triassic Southern Brazil
Resumo No presente trabalho é realizada urna revisão bibliograca dos estudos acerca dos rincossauros, com o objetivo de construir um histórico dos 164 anos de pesquisas sobre o gnipo. A classificação tradicional aceita para os rÍncossauros, divididos em duas famílias: Rhynchosauridae e Hyperodapedontidae, quando analisada aogeneticamente demonstra que Hyperodapedont idae se constitui em um clado rnonofiEtico, entretanto, Rhyncliosauridae apresenta-se como sendo um grupo pwafilktico . Discutimos os problemas taxonômicos relacionados a dois táxons coletados no Rio Grande do Sul, sendo eles: "Scaphonyx" sulcognathus , qual deverá ser designado um novo nome genérico e o "Rincossauro de Marimte" que será descrito formalmente no artigo em anexo como um novo gênero, passando a ser denominado Megaliorhynchusg ouldi.Para o Triássico do fio Grande do Sul os rincossauros estão presentes na Cenozona de Thempsida, que contém as Faunas Locais de Pinheiros e Chiniquá, com 0,7% de ocorrência, e Çenozona de Rhynchosada, que inclui a Fauna Local de Alemoa e parte da Fauna Local de Botucarai, com 92% de ocorrência. Em relação estado atual do conhecimento taxonômico acerca dos rincossauros, cosideramos como existentes atualmente 20 tkxom incluídos em Rhynchesauria, tendo sido estes reportados a partes Inferior, média e superior do Triássico.
Abstract A bibhographical revision of the studies about rhynchosaurs is made iri this assignment, with the purpose to build an hstorical of 164 years of researches about the group, specidy regarding to the taxonomical aspects. In relation to the current state of taxonomical knowledge about rhynchosam, we comider that 20 taxa are inclirde in Fthynchosauria, comuig fiom early, middle and late Triaçsic. Lhe tradicional classification accepted for the rhynchosaurs, divide them in two families: Rhynchosauridae and Hyperodapedontidae. Ho wever when it is fdogenetically analyzed, show us that Hyperodapedontidae is constitute in a monophyletic clade, but Rhynchosauridae is showed as a pmphyletic group. For the Triassic of Rio Grande do Sul, rhynchosaurs occur in Therapsida Cenozone, that contain the Local Faun of Pinheiros and Chiniq* with 0,7% of fiequency, and in the Rhynchosauria Cenozone, that include the Aiemoa Local-Fauna and pmt of the Botucarai Local-Fauna, with 92% o f frequency.Regarding to the rhynchosaurs from Rio Grande do Sul State, some taxonomical problems, related to two taxa, were discussed: "Scaphoqa 'ht~lcognathus, an hyperodapedontide of the Rhynchosauria Cenozorie, to whom a new generic name must be designated and the "Rincossauro de Mariante", a shynchosadde of the Therapsida Cenozone whose formal description constitute the subject of the attached artick. For this last it's proposed the creation of a new taxon nominated Megu~o~hyytehguos uldi.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11029
Arquivos Descrição Formato
000462488.pdf (11.39Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.