Repositório Digital

A- A A+

Desempenho produtivo e reprodução de novilhas e vacas primíparas de corte

.

Desempenho produtivo e reprodução de novilhas e vacas primíparas de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desempenho produtivo e reprodução de novilhas e vacas primíparas de corte
Outro título Production performance and reproduction of heifers and primiparous beef cows
Autor Menegaz, André Luís
Orientador Lobato, Jose Fernando Piva
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Novilha de corte
Nutricao animal
Pastagem nativa
Produção animal
Reprodução animal
Resumo O experimento avaliou os efeitos de tratamentos alimentares (CN: campo nativo; CNS: campo nativo + suplementação; CNM: campo nativo melhorado) e grupos de peso (leves; médias; pesadas) no desempenho reprodutivo de novilhas aos 24/27 meses de idade. Houve diferença significativa (P<0,05) no ganho de peso, durante o período de inverno (0,261, 0,376 e 0,679 kg/dia) e no peso vivo ao início do período reprodutivo (302,8, 317,8 e 330,7 kg) para CN, CNS e CNM, respectivamente. Entre os tratamentos a taxa de prenhez (PR) não diferiu (88,3, 93,3 e 95,0%, respectivamente; P>0,05), entretanto, o CNM apresentou o menor intervalo início da reprodução-concepção (IRC) (30,5 dias; P<0,05), em relação ao CN e CNS (36,4 e 39,4 dias, respectivamente). Os GDM dos grupos de peso foram bastante semelhantes (0,600, 0,612 e 0,634 kg/dia), mantendo-se a diferença (P<0,05) de peso vivo entre os grupos ao início do período reprodutivo (299,6, 316,0 e 335,6 kg, para leves, médias e pesadas, respectivamente). As novilhas “pesadas” tiveram a maior PR (100%) e o menor IRC (29,86 dias; P<0,05). O grupo “leves” obteve PR de 91,6% e o maior IRC (39,83 dias), e o grupo “médias” 85,0% de PR e IRC de 36,8 dias (P>0,05). Durante o período pré e pós-parto foi avaliado a influência do nível nutricional (CNTP: campo nativo no período pré e pós-parto; CN/P: campo nativo no pré-parto e pastagem melhorada no pós-parto; P/CN: pastagem melhorada no pré-parto e campo nativo no pós-parto; PTP: pastagem melhorada no pré e pós-parto) no desempenho das vacas primíparas. Constatou-se menor peso vivo e condição corporal ao parto dos tratamentos CNTP e CN/P (384,3 kg e 3,31; 391,4 kg e 3,26), em relação ao P/CN e PTP (424,4 kg e 3,60; 421,2 kg e 3,59), respectivamente (P<0,05). Vacas primíparas do PTP obtiveram maior peso vivo e condição corporal ao início do acasalamento (442,1 kg e 3,76), taxa de prenhez (82,3%) e velocidade de concepção. O CN/P e o P/CN não diferiram (P>0,05) no peso vivo ao início do acasalamento (417,2 e 409,8 kg) e na taxa de prenhez (65,8% e 62,8%, respectivamente), entretanto, o CN/P apresentou o menor IRC. O menor peso ao início do acasalamento (391,2 kg), a menor taxa de prenhez (52,7%) e o maior IRC foi verificado no CNTP. O peso ao nascimento e o GDM dos terneiros (média 0,623 kg/dia), não foi influenciado pelos tratamentos (P>0,05).
Abstract The experiment evaluated the effects of feeding treatments (CN: native pasture; CNS: native pasture + supplementary feeding; CNM: improved pasture) and of liveweight groups (lights; mediums; heavies) on reproduction performance of heifers on service at 24/27 months of age. There was significant difference (P<0.05) on daily liveweight gain (GDM) at winter time (0.261, 0.376 e 0.679 kg/day) and on the liveweight at beginning of reproduction period (302.8, 317.8 e 330.7 kg) for CN, CNS and CNM, respectively. The pregnancy rate (PR) was not significant (88.3, 93.3 and 95.0%, respectively; P>0.05). However, CNM showed a lower interval between the beginning of the reproduction-conception (IRC) (30.5 days; P<0.05), than CN and CNS (36.4 and 39.4 days, respectively). The GDM of the groups were very similar (0.600, 0.612 and 0.634 kg/day), keeping the difference (P<0.05) of liveweight between groups at beginning of reproduction (299.6, 316.0 and 335.6 kg, for lights, mediums and heavies, respectively). “Heavies” heifers had higher pregnancy rate (100%) and a lower IRC (29.86 days; P<0.05). The “light” group had 91.6% of PR and higher IRC (39.83 days), and the “medium” group 85.0% of PR and IRC of 36.8 days (P>0.05). During the pre and post-calving period was evaluated the influence of the nutritional level (CNTP: natural pasture at pre and post-calving; CN/P: natural pasture at pre-calving and improved pasture at postcalving; P/CN: improved pasture at pre-calving and natural pasture at postcalving; PTP: improved pasture at pre and post-calving) on the performance of primiparous cows. It was observed lower liveweight and body condition at calving of the treatments CNTP and CN/P (384.3 kg and 3.31; 391.4 kg and 3.26) in relation to P/CN and PTP (424.4 kg and 3.60; 421.2 kg and 3.59), respectively (P<0.05). Primiparous cows of PTP gained more liveweight and body condition at start of reproduction (442.1 kg and 3.76), PR (82.3%) and velocity conception. The CN/P and P/CN did not shown differences (P>0.05) at liveweight beginning of reproduction period (417.2 and 409.8 kg) and at PR (65.8% and 62.8%, respectively), however, the CN/P showed a lower IRC. The lowest weight at beginning of reproduction (391.2 kg), the lowest pregnancy rate (52.7%) and the higher IRC was obtained at CNTP. The birth weight of the calves and their GDM (mean 0.623 kg/day) was not affected by the treatments (P>0.05).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11058
Arquivos Descrição Formato
000604874.pdf (969.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.