Repositório Digital

A- A A+

Expressão imunoistoquímica do p16 e do PDGFR-beta no adenocarcinoma gástrico

.

Expressão imunoistoquímica do p16 e do PDGFR-beta no adenocarcinoma gástrico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Expressão imunoistoquímica do p16 e do PDGFR-beta no adenocarcinoma gástrico
Autor Pinto, Rodrigo Pozza
Orientador Moreira, Luis Fernando
Data 2005
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina : Cirurgia.
Assunto Adenocarcinoma
Gastropatias
Receptor tipo beta para fator de crescimento derivado de plaquetas
Resumo O adenocarcinoma de estômago foi a principal causa de morte por neoplasia maligna no mundo durante grande parte do século XX e atualmente é superado somente pelas neoplasias epiteliais malignas de pulmão. Cerca de 750.000 novos casos são diagnosticados anualmente. Apresenta grande variação geográfica, sendo suas maiores incidências encontradas no Japão, América do Sul, Europa Oriental e Oriente Médio. É duas vezes mais freqüente em homens do que em mulheres; é pouco comum antes dos 40 anos e atinge sua maior incidência por volta da sétima década de vida. No Brasil as estimativas para o ano de 2005 apontavam para aproximadamente 23 mil casos novos e 11 mil óbitos. O único tratamento potencialmente curativo é a ressecção completa, macro e microscópica, de toda neoplasia. Mesmo após gastrectomia curativa, a recidiva, regional ou à distância, pode ocorrer em 80% dos casos. Esforços para melhorar estes resultados têm se focalizado no desenvolvimento de terapias pré e pós-operatórias mais efetivas.O oncogene p16 é conhecido por estar implicado na patogênese de muitos tumores humanos e também na regulação do crescimento celular normal, juntamente com as ciclinas, os complexos tirosinoquinases e os fatores de crescimento e transformação tumoral, entre eles o TGF-alfa e beta e os fatores de crescimento derivados de plaquetas (PDGF) e seus receptores (PDGFR alfa e beta). A perda de expressão do p16 no adenocarcinoma gástrico tem sido amplamente estudada. O PDGFR tem sido encontrado ativado e mutado nos tumores gástricos estromais em que o c-KIT, o marcador mais comumente encontrado, está em sua forma selvagem. Os receptores PDGF atuam sobre células de origem estromal e não se expressam em células epiteliais em condições fisiológicas normais. . Isoladamente, o PGDF-beta e o seu receptor ainda não foram objetivamente estudados nem quanto à expressão nem quanto à resposta aos inibidores do crescimento celular no tecido gástrico tumoral quenão de origem estromal.O objetivo deste estudo foi determinar a expressão imunohistoquímica do p16 e do PDGFR-beta no adenocarcinoma gástrico. Foram avaliados no estudo 36 pacientes submetidos à cirurgia por adenocarcinoma de estômago entre os anos de 1998 e 2002 no Complexo Hospitalar Santa Casa de Porto Alegre. As variáveis estudadas foram idade, sexo, localização do tumor, tamanho do tumor, número de linfonodos ressecados, número de linfonodos metastáticos, tipo histológico, tipo de cirurgia e estadiamento patológico (TNM). Não foi detectada expressão do PDGFRbeta em nenhuma das lâminas estudas. O p16 apresentou expressão menor que 10% em 89% dos casos e menor que 1% em 78% dos casos. Não foi detectada correlação entre a perda de expressão do p16 e as variáveis estudadas.
Abstract Gastric adenocarcinoma has been the main cause of cancer death during most of the twentieth century, now overcame by lung cancer. Annually 750,000 new cases are diagnosed. Great geographic variations are seen and highest incidences can be found in Japan, South America, Eastern Europe and Middle East. It is twice as frequent in men as in women, has o low incidence before the fourth decade with a peak incidence in the seventh decade. In Brazil 23,000 new cases and 11,000 deaths are estimated to 2005. Complete resection of all gross and microscopic disease is the only potentially curative treatment. However, disease recurs in 80% of patients even after curative resection. Efforts to improve these results concentrate on development of new pre and postoperative therapies. Oncogene p16 is implicated in pathogenesis of many human tumors and even in regulation of normal cellular growth, together with cycline, tyrosine kinasis and tumoral transforming and growth factors, like TGF-alpha and -beta and platelet derived growth factors (PDGF) ligands and receptors (alpha and beta). Loss of p16 has been exhaustively studied.PDGFR has been found activated and mutated on gastric stromal tumors where c-KIT, the most commonly marker found, is in wild type. PDGF receptors act over stromal origin cells and are not expressed in epithelial cells under normal physiologic conditions. PDGF-beta and its receptor have not been studied concerning expression and response to cellular growth inhibitors on non-stromal gastric tumors. The aim of this study has been detect immunohistochemistry expression of p16 and PDGFR-beta on gastric adenocarcinoma. Thirty six patients submitted to surgery for gastric adenocarcinoma among 1998-2002 years at Santa Casa de Porto Alegre Hospital have been studied. Variables investigated were: age, gender, tumor size and localization,number of ressected and metastatic nodes, histological type, surgical resection extension and pathological staging. No expression of PDGFR-beta has been detected on surgical specimens. Concerning to p16, loss of expression lower than 10% and 1% has been detected respectively on 89% and 79% of the specimens studied. There has been no correlation among p16 loss and the variables studied.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11082
Arquivos Descrição Formato
000605026.pdf (307.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.