Repositório Digital

A- A A+

A formação dos profissionais de saúde nas equipes multiprofissinais : sobre a invenção de modos de trabalhar em saúde mental

.

A formação dos profissionais de saúde nas equipes multiprofissinais : sobre a invenção de modos de trabalhar em saúde mental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação dos profissionais de saúde nas equipes multiprofissinais : sobre a invenção de modos de trabalhar em saúde mental
Outro título The education of heal the professionals in themulti-professional devices : about the invention of ways of caring mental health
Autor Simoni, Ana Carolina Rios
Orientador Moschen, Simone Zanon
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação
Recursos humanos em saúde
Saúde mental
Trabalho
Trabalho em equipe
[en] Education
[en] Ethics
[en] Mental health
[en] Multi-professional devices
[en] Otherness
Resumo A presente pesquisa buscou problematizar as possibilidades de produção de novos modos de trabalhar em saúde mental a partir da criação de dispositivos multiprofissionais de formação em saúde. Para tanto, elegeu-se como campo empírico os espaços de formação em serviço do Programa de Residência Médica (ênfases em psiquiatria e em medicina da família e comunidade) e do Programa de Residência Integrada em Saúde (ênfases em saúde mental e saúde da família e comunidade) de uma instituição da rede pública de saúde da cidade de Porto Alegre. Os participantes da pesquisa foram preceptores, orientadores e residentes dos programas e ênfases mencionados. A construção do objeto de investigação partiu, por um lado, de uma perspectiva histórico-crítica que colocou em relação a constituição da família moderna e a inscrição da loucura no registro da doença mental. E, por outro, da consideração das novas diretrizes, construídas a partir da Reforma Sanitária e da Reforma Psiquiátrica brasileiras, que buscam inserir as práticas em saúde mental nos espaços de atenção à família e à comunidade, como possibilidade de efetivar a desinstitucionalização da atenção ao sofrimento psíquico. O estudo organizou-se em torno de três eixos. No primeiro, construiu-se uma possível história dos modos de trabalhar em saúde mental. Discutimos as relações entre os discursos científicos sobre saúde e os modos de vida contemporâneos, a partir, principalmente, dos aportes de Michel Foucault sobre o biopoder e de Hannah Arendt sobre a tomada do espaço público pela esfera social. Situamos o contexto de reformas na saúde pública brasileira, bem como contextualizamos a implementação dos espaços de formação multiprofissional na instituição pesquisada. Em seguida, passamos a uma reflexão acerca do campo de experiência dos profissionais em formação. Nesse momento do trabalho, os aportes de Freud, Lacan, Todorov e Derrida foram decisivos, inclusive, para a apresentação de nosso método de pesquisa. Por fim, buscamos realizar uma discussão em torno da ética, que incluiu a apresentação dos percursos singulares dos residentes, construídos a partir das suas narrativas sobre as vivências nos espaços de formação. A construção desse terceiro eixo contou, principalmente, com as contribuições do pensamento lacaniano a respeito da ética, articulado às elaborações dos demais autores presentes no estudo. Nesse ponto, sublinhamos a dimensão trágica da clínica em oposição aos saberes e práticas normativos e totalizadores para, por fim, delinearmos desafios e possibilidades para a invenção de modos de trabalhar em saúde que acolham a existência.
Abstract The present study aims to question the possibilities of production of new ways of caring mental health, since the creation of multi-professional devices of education. The empiric field was the education spaces of Medical Residentship Program (emphases in psychiatry and in medicine for the family and the community) and of Health Integrated Residentship Program (emphases in mental health and health of the family and community) of a public health institution in Porto Alegre city. The participants of this research were mentors and residents of the mentioned programs. The construction of the investigated object came from a historiccritical perspective that approached the constitution of the modern family and the registration of the madness as mental disease. It also came from the analyses of the new guidelines of Brazilian Sanitary and Psychiatric Reform, which intends to insert the practices in mental health in the spaces of attention to the family and the community, as a possibility to construct the deinstitutionalization of the mental health care. This study was organized around three directions. First, we constructed the history of the manners to care mental health. We discussed the relationship between scientific discourses about health and the current way of life regarding Michel Foucault's contributions about the bio-power and Hannah Arendt’s contributions about the differences between public space and social sphere. We analyzed the reforms in Brazilian public health, as well as, the implementation of the multi-professional devices of education in this institution. After, we reflected about the field of the professionals' experience during residentship. At this moment, the contributions of Freud, Lacan, Todorov and Derrida were very important, as well as, for the presentation of our research method. Finally, we discussed about the ethics, which included the presentation of the residents' singular courses, from the narratives about their experience. This third direction was based on the contributions of Lacan’s thought about ethics, articulated to the other authors presented in this study. And then, we underlined the tragic dimension of the clinic, in opposition to the normative knowledge and practices, aiming to draw challenges and possibilities to invention of ways of caring mental health that holds the existence.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11099
Arquivos Descrição Formato
000605799.pdf (1.273Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.